Em jogo equilibrado, Bragantino consegue vitória suada sobre o XV de Piracicaba
Cruzamentos foram marca registrada na partida de ontem

O Estádio Nabi Abi Chedid recebeu neste sábado (22) a partida entre Bragantino e XV de Piracicaba, pela décima rodada do Campeonato Paulista 2014. Em jogo equilibrado, o único tento foi marcado por Lincom, aos 41 do segundo tempo, colocando o Braga na segunda posição no grupo D com 16 pontos, superando o Rio Claro.

A próxima partida do XV de Piracicaba será quarta-feira (26) diante do São Paulo, no Barão de Serra Negra. Já o Bragantino enfenta o Santos na quinta-feira (27), na Vila Belmiro. 

Primeiro tempo sem grandes chances

A equipe piracicabana começou mais avançada no jogo e tentando se infiltrar na zaga do adversário, porém foi surpreendida com forte marcação do Bragantino, de modo que não conseguia chegar com qualidade. Assim, boa parte do primeiro tempo foi levado com mais toque de bola, com os goleiros só analisando a partida sem muito trabalho. Mas a situação mudou no final da primeira etapa.

Aos 32 minutos, o XV conseguiu a primeira chance do jogo em bola cruzada por Aelson, Gilsinho estava bem colocado na área e chutou no cantinho da meta de Rafael Defendi, mas o goleiro estava atento, operando grande defesa. O Bragantino tentou responder, mas não conseguiu criar chances perigosas.

Para tentar sair do zero

No segundo tempo, as equipes voltaram atentas e apostando novamente na calma para chegar ao gol. O técnico Edison Só apostava na qualidade de Breitner para ligar o ataque comandado por Adílson, e Marcelo Veiga, pelo lado do Bragantino, preferia esperar o adversário se cansar e aproveitar disso na parte final da partida.

E novamente quem teve a primeira chance da etapa complementar foi o XV. Aos 12 minutos, Gilsinho novamente fez bem o papel de coadjuvante do jogo soltando uma bomba de fora da área, o goleiro Rafael Defendi fez belíssima defesa. 

Matador em campo

Lincom foi colocado em campo no lugar de Tássio, com o objetivo de levar mais perigo ao goleiro Mateus, que não havia trabalhado. Na parte final, o Braga tomou conta do jogo, fez pressão e aproveitou a motivação do atacante para fazer isso. 

A recompensa veio com um gol duvidoso. Aos 41, Geandro cobrou falta do meio campo e levantou na área, Lincom em posição questionável subiu e desviou, Mateus reboteou, e o atacante na segunda vez não desperdiçou. 

VAVEL Logo