Por marcas feitas no gramado, Cavalieri leva cartão amarelo antes do início da partida
Demarcações na área já viraram marca registrada do arqueiro (Foto: Reprodução/ Editoria de Arte GloboEsporte.com)

Um fato inusitado aconteceu neste domingo (23) antes da bola rolar no clássico entre Fluminense e Botafogo. O goleiro Diego Cavalieri que tem o hábito de marcar o gramado com um buraco para se posicionar melhor, foi punido com cartão amarelo pelo árbitro João Batista de Arruda antes do início do jogo. O técnico Renato Gaúcho e os atacantes Fred e Rafael Sóbis reclamaram, assim como a torcida, mas de nada adiantou. 

Durante a semana, os administradores do Maracanã reclamaram da atitude do goleiro, e ele disse que não mudaria. Sempre após os jogos do Tricolor no Maracanã o gramado é reparado por conta do ato do camisa 12.

"Fiquei sabendo (da reportagem). Sempre fiz, é uma maneira de me posicionar, uma tática. Não tem problema algum, se criou muita coisa em cima disso. Desde novo aprendi assim. É simples, não tem nada demais. Não vou mudar. É estranha essa preocupação. Quando fazem shows e eventos ninguém fala nada", disse Cavalieri durante a semana.

Cavalieri procurou o árbitro João Batista de Arruda para conversar sobre o cartão recebido. Pela regra, se qualquer jogador fizer alguma marcação não autorizada com os pés, ele deverá ser punido por atitude antidesportiva. Na volta para etapa final, ele repetiu a marcação na linha, mas desta vez não foi punido. O auxiliar que fica ao lado do gol chamou a atenção do goleiro, os dois conversaram, mas Diego Cavalieri fez mesmo assim. Não foi punido desta vez.

VAVEL Logo