Jogadores do Figueirense lamentam derrota para o Santos

A falta de tranquilidade para finalizar prejudicou o Figueirense e a equipe pagou caro por isso. No primeiro tempo, a equipe teve o dobro de finalizações do Santos e não conseguiu ficar a frente do placar. O 1 a 1, conquistado com um gol de pênalti do camisa 10, Giovanni Augusto, não foi reflexo do que acontecia na partida. O resultado final, para os jogadores do alvinegro catarinense, foi mais injusto ainda, 3 a 1, e já são quatro partidas sem vencer, com dois empates e duas derrotas. O alerta do Z-4 está ligado novamente. A distância que já foi de seis pontos, diminui pra três.

Autor do gol catarinense na partida, Giovanni Augusto diz que as chances desperdiçadas custaram caro para o Figueira, que chegou muito próximo de conseguir a virada, mas não soube aproveitar as oportunidades.

"É um time de muita qualidade, tivemos a oportunidade de virar o jogo e sair daqui com a vitória, não adianta a gente chorar pelo leite derramado. Temos um jogo duro contra o Corinthians e é preciso vencer em casa", ressaltou Giovanni, em declaração à Rádio CBN/Diário. 

Para o lateral-direito Leandro Silva, o time soube cadenciar e foi melhor na partida. As falhas no sistema ofensivo e as poucas oportunidades que o Santos teve e soube aproveitar é que definiram o placar.

"Fomos melhor no decorrer da partida, futebol é assim, os caras aproveitaram e se saíram melhores nas finalizações. Não concluímos bem no gol e quem não faz leva" frisou o lateral, em declaração ao GloboEsporte.

Mesmo com a derrota a equipe se manteve na 13ª posição com 26 conquistados. A próxima partida do Figueirense será diante do seu torcedor, no Estádio Orlando Scarpelli, quarta-feira (24), às 22h, contra o Corinthians

VAVEL Logo