Sport usa máquina moderna para agilizar recuperação de Maikon Leite
Foto: Carlos Ezequiel Vannoni/Sport

No último dia 8 de julho, diante do Atlético-MG no Mineirão, o atacante Maikon Leite sofreu uma lesão na coxa e vem passando por tratamentos para se recuperar dela. Inicialmente foi dado um prazo de seis semanas para recuperação do jogador, mas nesta terça (21) foi iniciado um tratamento moderno para uma recuperação mais rápida do atleta. O equipamento já é bastante utilizado pelos clubes europeus e nas ligas americanas, onde se utiliza com 100% de oxigênio. Ao todo o atleta vai passar por dez sessões.

Maikon Leite atuou por nove partidas pelo Leão da Ilha até sofrer a lesão e vinha atuando bem e ganhando a confiança da comissão técnica e da torcida, marcando três gols e dando algumas assistências, fora em outras situações dentro da partida que não aparecem nos números, e apesar dele está sendo bem substituído, sua volta é aguardada com ansiedade e por isso vem a curiosidade em saber como o equipamento funciona e o doutor Paulo Pantoja explica.

"O atleta passa exatamente 1h30 na câmara, onde é liberado o oxigênio hiperbárico, que tem a capacidade de regenerar todos os tecidos em sofrimento. Ele oferece cinco vezes mais teor de oxigênio do que o existente nas condições normais de pressão atmosférica. É aí que entra a importância para atletas de alta performance como o Maikon Leite. Através deste oxigênio, a musculatura vai se regenerar mais fácil e rapidamente após o exercício físico.", disse Paulo Pantoja, que acrescenta. "Na câmara o paciente passa por um processo parecido com o de um mergulhador ao descer vários metros de profundidade. No futebol pernambucano o Sport é pioneiro no uso desta máquina.", explicou.

Quem também comentou sobre o assunto foi o vice presidente médico Rubro-Negro, Dr Marcelo Capella, enaltecendo a importância da Câmera Hiperbárica: "A câmara hiperbárica é um método que, através da oxigênoterapia, consegue melhorar aporte de oxigênio aos músculos, o que é muito importante para o tratamento. É algo que ajuda muito na recuperação de lesões como a de Maikon Leite. O tratamento vai ajudá-lo a voltar aos campos mais rápido. Quanto tempo será encurtado, no entanto, não podemos precisar", comentou o doutor.

Ele também comentou sobre o famoso “CK” dos atletas e que esse tipo de tratamento vai ajudar nesse problema: "Em um futuro próximo estaremos usando esse método da câmara hiperbárica para aqueles atletas que a gente sabe que após um jogo pesado ou um treinamento forte apresentam dores musculares e um acentuado aumento na enzima CK", Isso será muito importante na questão da prevenção de lesões".

Pra finalizar, o médico comentou sobre questão da modernização do departamento médico do clube: "O departamento médico do Sport continua em busca de inovações tecnológicas. Tudo que for de mais moderno e que ajude na recuperação e prevenção de nossos atletas, estaremos atentos, a câmara hiperbárica se junta ao PRP e ao tratamento através da terapia de ondas de choque no nosso leque de opções já inseridas neste processo de modernização", finalizou.

VAVEL Logo