Gol de Marcos Rocha é o centésimo do Atlético-MG em 2015
(Foto: Divulgação/Atlético-MG)

No último domingo, os dois gols que o Atlético-MG marcou na partida contra o Goiás mantiveram o time na segunda posição do Campeonato Brasileiro. O empate, que por um lado representava a piora que o elenco alvinegro teve nas últimas rodadas teve seu lado positivo. O Atlético-MG chegou aos 100 gols na tempoarada 2015. O gol marcado por Marcos Rocha foi o centésimo do alvinegro neste ano.

Dos 100 gols, 8 foram marcados na Libertadores, 25 pelo Campeonato Mineiro, 2 na Copa do Brasil, 4 contra o Shakhtar Donetsk da Ucrânia, e 61 no Campeonato Brasileiro.

Dos 100 gols, Lucas Pratto marcou 22 e detém a artilharia alvinegra nesta temporada. Logo atrás, Luan, com 12; Dátolo marcou 10 vezes em 2015, e Carlos, 8. O time ainda tem chances de marcar mais gols, pois ainda faltam duas partidas para o término deste temporada.

Marcos Rocha avalia elenco alvinegro nas últimas rodadas

Em coletiva de imprensa, Marcos Rocha fez uma avaliação sobre o elenco alvinegro nas última rodadas. O time teve uma queda estrondosa no rendimento, feita uma comparação com o primeiro turno. O segundo lugar, que não era tão almejado pela equipe e pela torcida alvinegra, parece também querer escapar das mãos de todos os envolvidos no Campeonato, após mais quedas no rendimento.

Os jogadores do Atlético-MG demonstram frustração com os últimos resultados, e quando o lateral do time alvinegro foi perguntado sobre essa 'tristeza' dos jogadores, reconheceu que o elenco vem deixando a desejar nesta reta final do Campeonato, uma vez que nas últimas quatro partidas, somente obteve uma vitória.

“É nítido nos treinamentos, após o jogo contra o Goiás, que os jogadores estão cabisbaixos e não é uma coisa comum de ser ver no Atlético. É um caso a ser avaliado. Foi essa alegria, esta entrega que trouxe nossa torcida de volta. Deixamos a desejar neste final de ano, mas tenho certeza que é só uma fase ruim”, comentou.

A história de 2012 está se repetindo em 2015, uma vez que o alvinegro disputa a segunda colocação com o Grêmio, e nos últimos dois jogos obteve duas vitórias, sendo decisivas para assegurar o vice-campeonato. O lateral acredita que a história se repetirá, e foi o vice de 2012 que acelerou o elenco alvinegro na busca do título da Libertadores de 2013. Foi a era de títulos alvinegros que se desenvolveu entre 2010-2014.

Marcos Rocha é remanescente do elenco de 2012, e relembra que o bom final de campeonato em 2012 foi mportantíssimo para a temporada seguinte, e destacou a prioridade do time que é a busca da confiança do torcedor nos últimos dois jogos do ano, que serão disputados contra o Grêmio e Chapecoense.

"A torcida tem todo o direito de cobrar", destacou.

Remanescente do elenco atleticano daquele ano, Marcos Rocha relembra que o bom final de campeonato em 2012 foi importante para o Atlético-MG na temporada seguinte e salienta a importância de o Galo reconquistar a confiança da torcida nos dois últimos jogos pelo Campeonato Brasileiro, diante de Grêmio e Chapecoense.

O Atlético-MG só precisa empatar com o Grêmio em jogo fora de casa, que acontecerá no próximo domingo (29), às 17h. Se empatar, o Atlético-MG se assegura na segunda colocação e confirma o vice-campeonato brasileiro de 2015.

VAVEL Logo