Guia VAVEL do Campeonato Gaúcho 2016: Aimoré
Guia VAVEL do Campeonato Gaúcho 2016: Aimoré (Foto: Divulgação / Aimoré

Clube Esportivo Aimoré foi fundado em 26 de março de 1936 na cidade de São Leopoldo, onde até os dias atuais manda os seus jogos. O palco onde o torcedor do Índio Capilé acompanha as exibições do time desde 1961 é o estádio Cristo Rei, que tem capacidade para 10.000 espectadores. Logo na estréia da nova casa, o Aimoré venceu o Internacional pelo score de 1 a 0, no dia em que o time de São Léo comemorava 25 anos da sua fundação. 

O índio teve importância também ao revelar um jogador que se tornaria muito importante em uma das linhas ofensivas mais respeitadas do futebol Sul-Americano. Estamos falando de Mengálvio, que em 1962 deixou o Cristo Rei em direção a Vila Belmiro para fazer companhia a DorvalCoutinho, Pelé e Pepe.

Na década seguinte, mais uma pesonalidade que marcaria seu nome na história do futebol surge no Cristo Rei. Luiz Felipe Scolari, que viria a conquistar a Copa do Mundo de 2002 treinando a seleção Canarinho, ainda dava seus primeiros passos em campo como zagueiro do Aimoré.

Temporada 2015 - Gauchão e Copa Luiz Fernando Costa

No Campeonato Gaúcho de 2015, o Índio Capilé chegou até a última rodada com chances de classificação para segunda fase do torneio, porém esbarrou em uma goleada diante do Juventude e concluiu sua participação na 12ª posição com 18 pontos ganhos, três atrás do oitavo colocado, Cruzeiro que avançou para encarar o Internacional nas quartas de final.

Na Copa Luiz Fernando Costa, o Aimoré apostou nos juniores. O adversário na primeira fase foi o Três Passos, no qual o Índio passou com tranquilidade. Na segunda fase a parada era dura. A missão era derrubar o Grêmio que também apostou na garotada. No estádio Cristo Rei o Grêmio bateu o Aimoré por 2 a 0, descartando dessa forma a necessidade de uma segunda partida de acordo com o regulamento do torneio, encerrando assim a temporada do time do Vale dos Sinos em Agosto.

Elenco repleto de caras novas para temporada 2016

O grande desafio para os clubes do interior é montar elencos competitivos para o primeiro semestre que tem no Gauchão a maior visibilidade. Foi o que a diretoria do Aimoré também buscou, fazendo uma mescla entre experiência e juventude. Ao todo foram 19 jogadores contratados para a disputa do Campeonato Gaúcho, formando o elenco com jovens da base aimorésista e jogadores remanescentes da temporada 2015. Os principais contratados foram:

  • Alessandro: Goleiro de 27 anos revelado no Grêmio em 2008. Estava defendendo o Vasco da Gama na última temporada.
  • César Lucena: Zagueiro experiente de 35 anos que já defendeu clubes como Sport Recife, Figueirense e Santa Cruz. Seu último clube foi o Novo Hamburgo.
  • Arilton: Lateral direito formado no Coritiba com passagem pelo Internacional, Atlético Paranaense e Bahia. Seu último clube foi o Juventus de SC.
  • Gabriel Silva: Lateral esquerdo de 26 anos. Surgiu no Botafogo e tem passagem
    pelo Ceará e pelo Corinthians.
  • Diego Viana: O atacante é velho conhecido da torcida. Em 2015 estava no Índio, todavia uma lesão ainda nos jogos de preparação antes do Gauchão o tirou do torneio. Já jogou no futebol Alemão, Austríaco e Dinamarquês.

O Professor

Técnico Abel Ribeiro (Foto: Divulgação / Aimoré)

Abel Ribeiro é mineiro e tem 58 anos de idade. Técnico desde 1991, treinou quase em sua totalidade clubes da região sul do Brasil. Sua última passagem pelo Rio Grande do Sul foi em 2013 quando treinou o Inter de Santa Maria. Em seu currículo tem 2 catarinenses, o de 1999 e o de 2002, ambos treinando o Figueirense. Chegou no Aimoré em novembro de 2015 e tem contrato até dezembro de 2016, sendo responsável pelo time nas competições que o clube virá a disputar na temporada.

A esperança de gols

Após 12 anos na Europa, César Santin retornou ao Brasil e pode ser um componente decisivo para o Aimoré. O atacante de 34 anos que jogou no Grêmio em 2002 vem com status de ser o maior goleador da história do FC Copenhagen da Dinamarca, onde conquistou o título Dinamarquês. É na experiência de César que o Índio aposta as suas fichas em busca de efetividade no ataque.

O que esperar do Gauchão 2016?

Segundo o presidente André Schu, o time vem para marcar presença na competição: "Teremos uma jornada difícil neste campeonato, com dois times a menos. Mas nosso pensamento é grande" Disse o presidente.

As pretensões vão além do Campeonato estadual de acordo com a continuação do discurso de Schu: "Formamos um grupo para disputar uma vaga na próxima série D e mantermos o futebol em atividade durante o ano todo". Reforçou o presidente do Aimoré.

O Índio Capilé estréia no Campeonato Gaúcho no domingo (31) contra a Lajeadense no estádio Cristo Rei em São Leopoldo.

Esperançosa torcida em São Leopoldo (Foto: Fernando Potrick / Aimoré)
VAVEL Logo