Luís Carlos Winck chega ao Criciúma prometendo raça: "Esse é meu estilo"
Winck foi apresentado no estádio Heriberto Hülse, na tarde desta quarta-feira (31) | Foto: Fernando Ribeiro / Criciúma E.C.

Um dia depois de ser anunciado oficialmente como novo técnico do Criciúma, Luís Carlos Winck foi apresentado na sala de imprensa do estádio Heriberto Hülse na tarde desta quarta-feira (31). O gaúcho, de 54 anos, chega para substituir Deivid, demitido na terça-feira (30), e traz junto o auxiliar Zé Carlos Marques e o preparador físico Luciano Ilha.

Winck se disse orgulhoso com a oportunidade no time catarinense e já prometeu preparar uma equipe com raça para a sequência da Série B do Campeonato Brasileiro – onde o Criciúma ocupa a última colocação, com três derrotas em três jogos. “(Time com raça) Sempre foi o meu estilo, com uma equipe aplicada em campo, intensa, e, claro, com bom futebol, porque também tem de ter qualidade para que possamos fazer bons jogos. O grupo é bom e precisa entender que o momento é adverso, mas que tem poder de reação. Isso é o que vamos fazer entender bem. É um grupo que pode responder mais", afirmou.

O novo treinador deu a entender que mudará a forma de jogar em relação à forma observada com o antecessor. Com Deivid, o Criciúma explorava a posse de bola e transição na base do passe. Winck revelou ter ideia diferente. “Gosto de uma equipe mais rápida na transição. Com transição, falo na troca, perdeu a bola, recupere-a. Recuperando, tem de agredir o adversário. E gosto também de uma equipe que agrida o adversário. Mas o momento que atravessamos é instável, então, temos de ter cuidado, com uma equipe equilibrada, com poder marcação forte, que saiba o momento certo de atacar e tenha qualidade na hora de ter as oportunidades e finalizar bem", relatou o novo treinador.

Winck já obteve algumas informações a respeito do elenco e assistiu a alguns jogos do Criciúma. A ideia é propor uma equipe forte, consistente e aplicada. Além disso, afirmou que o atual elenco tem totais condições de reverter o início ruim de Série B.

A estreia do novo treinador pode ser no sábado (3), diante do Luverdense, na Arena Pantanal, pela quarta rodada da segunda divisão. Para isso, Winck precisa sair no Boletim Informativo Diário da CBF até sexta-feira (2). “Vamos procurar conversar mais com os atletas do que propriamente trabalhar, porque temos já um jogo no fim de semana e depois na terça-feira contra o Juventude, ambos fora de casa. Queremos ajustar algumas coisas”, projetou.

VAVEL Logo