Gol de Klaus nos acréscimos salva Inter e define empate em casa com Criciúma
Gaúchos e catarinenses ficaram no 1 a 1, em Porto Alegre | Foto: Ricardo Duarte/Internacional

O Inter escapou de sofrer nova derrota em casa na Série B do Campeonato Brasileiro. O colorado, que foi derrotado pelo Boa Esporte, perdia para o Criciúma por 1 a 0, pela 12ª rodada, mas arrancou o empate aos 48 minutos do segundo tempo, com gol de cabeça, de Klaus.

O resultado mantém o Inter fora do G-4, em sexto lugar, com 18 pontos. Nas últimas cinco rodadas, venceu apenas um jogo, tendo ainda empatado três e perdido um.

Em contrapartida, o Criciúma vive fase oposta. Em sete rodadas, acumula quatro empates e três vitórias e agora parte para duas partidas em casa contra Paysandu e Goiás.

Lucão coloca o Criciúma em vantagem

Com um minuto de jogo, o Inter criou a primeira chance de gol, com Nico López. O uruguaio recebeu cruzamento da direita e, mesmo fora da área, arrematou de bicicleta, a esquerda de Luiz.

Aos seis minutos, o Criciúma respondeu em grande estilo. Em cobrança de falta, Raphael Silva tentou desviar de cabeça, a bola rebateu em Cláudio Winck e voltou para o zagueiro criciumense, que finalizou de direita. Danilo Fernandes deu rebote e, na sobra, Jonatan Lima cabeceou para Lucão, que emendou de voleio para o gol e abriu o placar para o Tigre. Foi o quinto gol em cinco jogos do atacante contratado junto o América de Natal (RN).

Três minutos depois, os catarinenses novamente incomodaram em bola parada, desta vez pela esquerda. Diogo Mateus cobrou falta fechado, direto para o gol. Danilo Fernandes quase foi surpreendido, mas conseguiu voltar e segurar firme.

Aos 12', o Inter teve chance com Nico López. O uruguaio foi lançado na direita e finalizou duas vezes. O primeiro arremate foi bloqueado e o segundo passou a direita de Luiz.

O Inter voltou a incomodar aos 29, quando Cuesta lançou Pottker do campo de defesa. O camisa 99 infiltrou na área entre Edson Borges e Diego Giaretta, ficou de frente para Luiz, mas mandou na rede pelo lado de fora.

Dois minutos depois, Gutiérrez recebeu na grande área pelo lado esquerdo e, de canhota, arrematou sobre a meta. Pelo mesmo lado, aos 33, Nico López finalizou cruzado, novamente fora do gol.

Aos 41 minutos, D’Alessandro lançou Pottker, que saiu livre nas costas de Luiz e cabeceou para a defesa do goleiro criciumense.

Tricolor cede empate no fim

Logo no primeiro minuto, Pottker foi lançado nas costas de Diego Giaretta e Edson Borges, invadiu a grande área, mas demorou a finalizar, foi atrapalhado pela marcação e a bola sobrou para López, que chutou em cima da zaga.

Aos 7 minutos, o Inter esboçou uma blitz e a jogada foi concluída num tiro colocado de D’Alessandro, que passou a direita de Luiz.

O time visitante quase ampliou aos 25 minutos, novamente em jogada de bola parada. Em falta na entrada da área, Diogo Mateus cobrou colocado e a bola passou a esquerda de Danilo Fernandes.

Aos 29, o Inter teve grande chance com Brenner, que recebeu cruzamento de D’Alessandro na esquerda e, sem goleiro, acertou a trave direita. Seis minutos depois, em lateral jogado na área, Pottker escorou para trás, Brenner finalizou e Luiz rebateu. Na sobra, Edson Borges cortou antes da chegada de Pottker.

Aos 48, porém, veio a punição ao Tigre. Após cobrança de escanteio, Klaus apareceu sozinho na marca penal e cabeceou pro fundo do gol, encerrando o jogo com o empate por 1 a 1.

VAVEL Logo