América-MG e Criciúma se enfrentam buscando recuperação após empates na Série B
Coelho tenta recuperação jogando em casa | Foto: Daniel Hott / América-MG

América-MG e Criciúma se encontram na Arena Independência, em Belo Horizonte, a partir das 21h45 desta terça-feira (22) buscando recuperação no Campeonato Brasileiro da Série B. Os dois times chegam para a partida válida pela 22ª rodada depois de empatarem nos compromissos anteriores, frustrando seus objetivos dentro do torneio.

O Coelho, líder da competição com 40 pontos, ficou no 1 a 1 com o Goiás, no sábado (19), em Goiânia, e viu o Inter se aproximar na tabela de classificação. A distância entre os dois agora é de apenas um ponto.

Já o Tigre, jogando em casa, até vencia o Oeste, na sexta (18), mas cedeu o empate no fim da partida e ficou no 1 a 1. O resultado até diminuiu em um ponto a distância para o G4, mas a equipe de Santa Catarina caiu três posições e ocupa a 10ª colocação com 30 pontos – quatro atrás do Ceará, 4º colocado.

Ceará estreia no Coelho

Uma das novidades da formação do América-MG será na lateral-direita. O experiente Ceará, de 37 anos, participou normalmente das últimas atividades e está apto a estrear.

Além da estreia na lateral, o técnico Enderson Moreira recebeu as boas notícias das recuperações do lateral-esquerdo Giovanni, do zagueiro Messias e do extremo Luan. Eles sentiram dores musculares no empate por 1 a 1 com o Goiás, mas treinaram normalmente e podem jogar.

Em contrapartida, Enderson ganhou algumas dores de cabeça. Os volantes Zé Ricardo, com um incômodo no adutor esquerdo, e Ernandes, com um corte no olho direito, são dúvidas.

“Provavelmente, o Ceará fará a estreia. Tivemos, de última hora, um problema com o Zé Ricardo, em função de um incômodo. O Ernandes está com um problema nas vistas e vamos aguardar, pois a cicatrização é rápida e até o jogo ele pode melhorar para ganhar condição. Temos esses dois problemas para definir a equipe”, explicou Enderson Moreira.

Importante frisar que o América aguarda um posicionamento do STJD sobre o caso do centroavante Bill. Ele foi suspenso por nove jogos e o clube espera pela resposta do pedido de efeito suspensivo.

Winck faz quatro alterações

Após o decepcionante empate em casa frente o Oeste, Luiz Carlos Winck mostrou descontentamento com o desempenho do Criciúma e fará quatro alterações na formação inicial para a partida a ser disputada em Belo Horizonte. Todas as mexidas são por razão técnica.

Na defesa, Winck saca Maicon Silva, que após dois jogos como titular na lateral-direita não agradou e volta a dar espaço ao antigo camisa 2, Diogo Mateus. No meio-campo, Barreto, que perdeu a bola na jogada que resultou no gol de empate do Oeste na rodada anterior, foi sacado do time e Jonatan Lima ingressa na formação. Na mesma faixa do gramado, Douglas Moreira, recuperado de contusão, retorna a equipe na vaga de Alex Maranhão.

A mudança mais surpreendente é no setor ofensivo. Caio Rangel deixa o time para a entrada de João Henrique. O meia-atacante, que jogou apenas alguns minutos vindo do banco na partida anterior, terá a primeira oportunidade entre os 11 preferidos de Winck.

“Não vinha jogando, então, seguia trabalhando firme. Agora, recebo essa chance contra o líder e vou procurar aproveitar da melhor maneira possível”, projetou João Henrique, em entrevista coletiva nesta segunda-feira (21).

VAVEL Logo