Há 15 jogos sem perder, Levir analisa sequência de empates: "É coincidência para mim"
Foto: Washington Alves / Cruzeiro

Neste domingo (27), o Santos viajou até Minas Gerais para enfrentar o Cruzeiro no Mineirão e trará na bagagem o quarto empate consecutivo da equipe. Se para muitos mais um empate é um problema, Levir Culpi, comandante santista já analisa a situação de uma outra forma.

"Para o time que quer chegar na ponta, empate não é bom matematicamente, é um ponto só. Os campeões jogam para vencer, é o nosso caso, mas é coincidência para mim. Foram jogos difíceis. Empatar contra o Corinthians no próximo jogo, por exemplo, seria normal. Quero três pontos, mas não quero perder. Um ponto às vezes nos deixa em situação razoável. Levo muito o resultado pelo que aconteceu. Hoje o empate foi merecido. Primeiro tempo do Santos, segundo tempo do Cruzeiro" , analisou o técnico.

Há 15 partidas sem perder, o treinador exalta o feito e afirma que a equipe precisa manter o ritmo. "Emocionalmente, não saímos tristes com o empate. É muito tempo sem perder, ninguém conseguiu bater o Santos. Mas para chegar na ponta, tem que ser vencedor. Mais objetivo e regular. Vamos proteger essa conquista contra o Barcelona. Temos que passar. Estamos próximos de uma grande conquista" – completou.

O treinador faz questão de enaltecer o time cruzeirense e o equilíbrio da partida. "Não enfrentamos um time fraco de Série B. O Cruzeiro tem três elencos, tem três times. O Santos também. Com qualquer dos 3 times, seria um clássico e você não saberia quem ia ganhar. Isso valoriza o fato de não termos perdido." 

Os próximos confrontos do Alvinegro Praiano não serão fáceis. Apóa a Data Fifa, a equipe voltará a campo no próximo dia 10, na Vila Belmiro, para encarar o líder Corinthians pelo Brasileirão, e no dia 13, enfrentará o Barcelona pela Libertadores.

VAVEL Logo