Chape vence Hercílio Luz e garante vaga à final do Catarinense com três rodadas de antecedência

Com vitória por 2 a 0 na Arena Condá, Verdão não pode mais ser alcançado matematicamente pelo terceiro colocado

Chape vence Hercílio Luz e garante vaga à final do Catarinense com três rodadas de antecedência
Foto: Sirli Freitas/Chapecoense
Chapecoense
2 0
Hercílio Luz
Chapecoense : Jandrei; Eduardo, Rafael Thyere, Nery Barreiro e Bruno Pacheco; Amaral, Elicarlos (Canteros) e Márcio Araújo; Osman (Vinícius), Wellington Paulista e Guilherme; Técnico; Gilson Kleina
Hercílio Luz: Lucas Alves; Pablo, Sílvio Gomes, Cleber e Maurício (Levi); Gilton, Rudinei, Lucas Mota e Bruninho; Moisés (Maurício Britto), Tiago Pará (Lucão); Técnico: Nazareno Silva.
ÁRBITRO: Fernando Henrique de Medeiros Miranda, auxiliado por Henrique Neu Ribeiro e Luis Gustavo Ferreira de Souza.
INCIDENCIAS: Partida válida pela 15ª rodada do Campeonato Catarinense, disputada na Arena Condá, em Chapecó-RS.

Mesmo que tenha criado uma expectativa de jogo do ano, o Hercílio Luz não conseguiu segurar a Chape. Na noite desta quarta-feira (21), a Chapecoense venceu o Leão do Sul por 2 a 0, pela 15ª rodada do Campeonato Catarinense, na Arena Condá. Os gols foram marcados por Elicarlos e Wellington Paulista.

Aos 11 minutos, o Hercílio quase abriu o placar. Tiago Pará ficou cara a cara com Jandrei, chutou na saída do goleiro, mas errou o alvo. Dois minutos depois, Osman chuta forte de longe. A bola passa com velocidade próximo ao gol de Lucas Alves. No finalzinho da primeira etapa, o gol da Chape.  Bruno Pacheco cruza na área pós driblar o marcador. Elicarlos recebe livre na entrada da área, ajeita o corpo e dispara para o fundo das redes.

Na volta para o segundo tempo, o Índio Condá assustou logo de cara. Aos cinco minutos, Bruno Pacheco cruzou fechado, a bola vai na direção do gol, mas Lucas Alves manda para escanteio. Mais uma de Bruno Pacheco.  Aos 14,  lateral do esmeraldino deixou três para trás e cruzou na cabeça de Guilherme que mandou pra fora. Dez minutos depois, Canteros cobra escanteio na primeira trave e Wellington Paulista cabeceia raspando o poste vermelho e branco.

Aos 34 minutos, o centroavante deixou o dele. Em cobrança de pênalti, Wellington Paulista ampliou o placar para a Chape.  No apagar das luzes, aos 43, após cruzamento na área da Chapecoense, Maurício Britto, sozinho, mandou para fora de cabeça.

Com a vitória, a Chapecoense chega aos 36 pontos e não pode mais ser alcançado pelo terceiro colocado, Avaí. Assim, o Verdão garantiu antecipadamente a vaga para disputar a final do Campeonato Estadual. Na próxima rodada, a Chape vai ao estádio Augusto Bauer para enfrentar o Brusque, no domingo (25), às 16h. No mesmo dia e horário, o Hercílio Luz, oitavo colocado, com 14, visita o Figueirense.