Notas: Botafogo vai mal e acaba derrotado pelo Fluminense em decisão da Taça Rio
Foto: Mailson Santana/Fluminense FC

O Botafogo entrou no campo do Maracanã neste domingo (25) para tentar conquistar o título da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. Apesar de ter criado algumas chances no primeiro tempo, a equipe de Alberto Valentim não conseguiu superar uma grande atuação do goleiro Julio César e o desempenho na etapa complementar foi abaixo do que havia sido apresentado, o que resultou no título da equipe tricolor. A VAVEL Brasil deu as notas para os jogadores do time de General Severiano.

Jefferson: 5,0 – Não teve culpa em nenhum dos tentos do adversário.

Marcinho: 3,5 – Atuação defensiva desastrosa. Se Ayrton Lucas foi um dos destaques da partida, muito se deu por conta dos enormes espaços que o jovem lateral deixou na defesa. No ataque, também não foi muito efetivo

Igor Rabello: 4,5 – Mais uma atuação em termos defensivos abaixo do que costumava a apresentar em 2017

Marcelo Benevenuto: 5,5 – Atuação sólida, fez o que pôde para evitar os ataques do Fluminense.

Moisés: 6,0 – Um dos destaques do Botafogo. Apesar de ter prendido a bola em alguns lances ofensivos, mostrou a mesma intensidade de sempre, dando opção no ataque e sendo ativo na fase defensiva.

Rodrigo Lindoso: 5,5 – Tentou criar o meio-campo sozinho. Um dos poucos que apareceu para tentar desenvolver algum tipo de jogada por meio de passes trabalhados.

Marcelo Santos: 3,0 – Errou tudo que tentou. No ataque, errou muitos passes. Na defesa, fez muitas faltas que geraram perigosos lances de bola parada do Fluminense.

Marcos Vinícius: 4,0 – Com exceção de uma finalização ainda nos primeiros minutos da partida, esteve sumido.

Luiz Fernando: 5,0 – Até tentou criar algo, mas sempre era envolvido pelo sistema defensivo adversário e, consequentemente, não conseguiu tirar vantagem nas ocasiões em que tinha a bola em seu pé.

Léo Valencia: 6,0 – Jogador mais participativo do Botafogo. Desde que foi puxado para o lado esquerdo, aumentou suas atuações. Hoje, desperdiçou uma grande chance ainda no primeiro tempo, quando finalizou por cima.

Brenner: 4,5 – Sua atuação abaixo da média é o resultado da criação pífia do Botafogo. Até tentou se movimentar, mas pouco conseguiu fazer contra três defensores do Fluminense.

Luís Ricardo: 4,0 – Entrou no lugar de Marcinho e melhorou o jogo pelo lado direito do Botafogo, mas também esteve longe de criar uma chance real de gol.

Renatinho: 4,5 – Foi puxado para jogar ao lado de Rodrigo Lindoso em um momento da partida. Conseguiu aumentar a qualidade no passe da equipe, mas não passou disso.

Rodrigo Pimpão: 4,5 – Entrou e tentou colocar intensidade pelo lado esquerdo. Até teve uma boa chance de finalizar já nos minutos finais do duelo, mas teve seu chute bloqueado.

VAVEL Logo