Zé Ivaldo decide, Atlético-PR conquista Taça Caio Júnior e está na final do Paranaense
Londrina teve algumas chances, mas Furacão dominou maior parte do jogo (Foto: Miguel Locatelli / Site Oficial CAP)

Nesta quarta-feira(28), o Atlético-PR venceu o Londrina por 1 a 0, em um jogo de muitas emoções. Com isso, o Furacão sagrou-se campeão da Taça Caio Júnior, segundo turno do Campeonato Paranaense. Com assistência de João Pedro, Zé Ivaldo marcou e foi o responsável pelo único tento que garantiu a vitória do Furacão.

O desempenho do Atlético nesse segundo turno do Campeonato Paranaense foi incontestável. A equipe somou sete vitórias, dois empates e nenhuma derrota; marcou 17 gols e sofreu apenas 3. Também venceu adversários com placares elásticos, como o 7 a 1 contra o Rio Branco-PR, pela terceira rodada e 5 a 0 contra o Maringá, na semifinal.

A primeira etapa foi marcada pela superioridade do Furacão que teve mais posse de bola e criou as melhores oportunidades do período. A postura adotada foi mais agressiva que a do adversário e o time levou mais perigos nas chegadas à frente, principalmente com as subidas dos laterais Diego e Renan Lodi. A jogada mais perigosa foi a finalização de Léo Pereira, aos 29 minutos. O Tubarão não trouxe dores de cabeça ao goleiro Caio.

Com toda a pressão aplicada ao adversário no primeiro tempo, a intensidade na volta do intervalo não foi diferente. A equipe rubro-negra continuou a buscar o gol e na 12º finalização o placar foi estreado; aos 15 minutos João Pedro cobrou falta na cabeça de Zé Ivaldo, que testou para as redes.

Minutos depois, Tubarão teve chegada no chute de Luizão, que não assustou. A superioridade do Atlético continuou após o gol. Na melhor chance do Londrina no jogo, Caíque bateu e Leo Pereira salvou em cima da linha. O time anfitrião pouco sofreu e conquistou a vitória com sabedoria. 

Com o trinfo sobre o Londrina, o rubro-negro disputará a final do Estadual contra seu maior rival, o Coritiba, que foi campeão da Taça Dionísio Filho, nos dois próximos domingos (1 e 8), às 16h. A primeira partida acontece no Couto Pereira e a segunda na Arena da Baixada. O clássico Atletiba sempre é quente e a rivalidade fica ainda maior nos jogos decisivos. 

VAVEL Logo