Pegou fogo: Botafogo abre treinamento para torcida antes de final do Carioca

O segundo jogo da final do Campeonato Carioca está se aproximando. Após um início irregular e uma melhora após a entrada de Alberto Valentim no meio do torneio, o Botafogo conseguiu se classificar para a decisão. Apesar da derrota de 3 a 2 para o Vasco, no último domingo (1º), os torcedores alvinegros não se desanimaram, e, mesmo com alguns problemas, conseguiram comprar a grande parte dos ingressos para o derradeiro duelo, que será no Maracanã, no próximo domingo (8).

Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo

Neste sábado (7), a diretoria do clube resolveu abrir o treino para o público. Cerca de três mil torcedores invadiram o Estádio Nilton Santos e, com muitos sinalizadores e bandeiras, deixaram a atividade com a cara propriamente de uma partida oficial. O evento, nomeado como “Fogão Me Chama”, foi um sucesso e mostrou, antes da importante partida, que o time e a torcida estão na mesma sintonia.

Dentro de campo, Alberto Valentim deixou táticas e jogadas ensaiadas de lado, focando apenas no famoso ‘rachão’, atividade em que os jogadores se dividem para se enfrentar. Todos os atletas disponíveis de linha da equipe de General Severiano participaram da atividade, enquanto que os goleiros Gatito Fernandez e Jefferson, muito aclamado pelos fãs, fizeram atividades separadas. Dudu Cearense, se recuperando de uma cirurgia no apêndice, fez uma atividade separada do resto do elenco.

O rachão contou com a equipe azul, liderada por Luís Ricardo no ataque, e time laranja, com Joel Carli como referência. Com a bola rolando, o lateral-direito teve mais sucesso, viu seu time sair vencedor e, de praxe, marcou dois golaços: um com toque de letra e o outro com um belo chute de média distância.

Moisés, um dos destaques da equipe e um dos jogadores mais aplaudidos pela torcida, falou sobre o treinamento aberto e os fãs do time de General Severiano: “Com certeza esse clima nos dá uma motivação a mais para jogar essa final. A festa que a torcida fez aqui no treino foi incrível e vai ser lembrada por todos nós durante a partida. Vamos lutar bastante e focar ao máximo para sair do Maracanã com título para eles.”

Após a atividade com bola rolando, Léo Valencia, Renatinho e Marcinho ficaram batendo faltas. O ex-jogador do Paraná, um dos destaques da partida ida, marcou um bonito gol, enquanto que o jovem lateral-direito, que chegou a ser vaiado na partida de ida da final, também colocou a bola no fundo das redes e teve seu nome gritado pela torcida, que ocupou grande parte do Setor Inferior Oeste.

Festa com sinalizadores (Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo)
VAVEL Logo