Gabriel desencanta, Santos supera Estudiantes e fica próximo de vaga nas oitavas da Libertadores
Foto: (Divulgação/Santos)

Gabriel desencanta, Santos supera Estudiantes e fica próximo de vaga nas oitavas da Libertadores

Com gol de Gabriel Barbosa no primeiro tempo e Lucas Veríssimo na etapa final, o Santos vence e está a um passo das oitavas; Rodrygo é eleito jogador da partida

sandro
Sandro Vieira
SantosVanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô; Alison, Jean Mota e Léo Cittadini (Renato, min. 70); Copete (Arthur Gomes, min. 74), Gabriel Barbosa e Rodrygo (Vitor Bueno, min. 80). Técnico: Jair Ventura.
EstudiantesAndújar; Facundo Sánchez, Schunke, Desábato e Campi; Braña, Lucas Rodríguez (Manga Escobar, min. 68), Iván Gómez (Gastón Giménez, min. 60) e Dubarbier (Lattanzo, min. 60); Otero e Melano. Técnico: Lucas Bernardi.
Placar1-0, Gabriel Barbosa, min. 43. 2-0, Lucas Veríssimo, min. 49.
ÁRBITROEber Aquino (PAR) | Cartões amarelos: Alison (SAN, min. 7), Dubarbier (EST, min. 9), Campi (EST, min. 45), Braña (EST, min. 48), Manga Escobar (EST, min. 71 e min. 92), Lattanzio (EST, min. 89) e Lucas Veríssimo (SAN, min. 91) | Cartão vermelho: Manga Escobar (EST, min. 92)
INCIDENCIASPartida válida pela quarta rodada da fase de grupos da Taça Libertadores da América 2018, disputada na Vila Belmiro.

Nesta terça-feira (24), o Santos recebeu o Estudiantes de La Plata na Vila Belmiro, em jogo válido pela quarta rodada da fase de grupos da Taça Libertadores da América, e ganhou por 2 a 0. Com gols de Gabriel Barbosa e Lucas Veríssimo, o Peixe praticamente garantiu a vaga nas oitavas de final do torneio continental.

Com a vitória, o Santos lidera o Grupo F, com nove pontos. O Estudiantes estaciona no segundo lugar, com quatro pontos, ao lado do Real Garcilaso-PER. As equipes voltam a entrar em campo pela competição internacional daqui a uma semana. Enquanto os argentinos encaram o Real Garcilaso no Estádio Garcilaso de la Vega, o Santos irá medir forças contra o Nacional-URU, no Gran Parque Central, em Montevidéu.

Domínio santista

A primeira etapa foi de amplo domínio santista. O Peixe teve 55% de posse de bola e finalizou cinco vezes na meta defendida por Andújar. Já o Estudiantes só chegou uma vez no gol de Vanderlei, mas sem perigo.

A primeira chance de gol começou nos pés da joia santista Rodrygo. Logo no primeiro minuto de jogo, o atacante arrancou pela esquerda, deixou três marcadores para trás e tocou para Copete que mandou uma bomba no travessão. 

Gabriel Barbosa, que não marcava há oito jogos também teve sua chance, chutou forte da entrada da área, mas a bola saiu pela esquerda.

Na segunda chance o atacante não desperdiçou. Após roubar a bola no campo de defesa, Copete, deu um lindo lançamento para Gabriel Barbosa, que dominou e bateu na saída do goleiro, 1 a 0 Santos.

Como em um típico duelo entre brasileiros e argentinos na Libertadores, não poderiam faltar lances mais duros. Alison, do Peixe, e Dubarbier e Gastón pelo lado argentino foram amarelados.

Santos sela vitória no segundo tempo

O Santos voltou ainda mais intenso do vestiário. Aos cinco minutos, Rodrygo arrancou do campo de defesa até ser parado com falta por Gómez - que levou cartão amarelo. Jean Mota levantou a bola na área e Lucas Veríssimo, de cabeça, ampliou o placar na Vila. 2 a 0 ao Peixe.

Rodrygo chegou a assustar o torcedor na Vila, após dividida com Sánchez. O lateral-direito adversário acabou acertando o estômago do santista que ficou caído e chegou a vomitar. Nada demais, o atleta voltou a campo.

O Estudiantes quase diminuiu o placar aos 15 minutos. Após jogada pela esquerda, David Braz tentou afastar, mas a bola explodiu no rosto de Otero e saiu rente a trave direita.

Gabigol teve mais uma boa oportunidade depois de belo lançamento de Jean Mota. O atacante recebeu na ponta direita contra dois zagueiros, cortou para o meio e chutou forte, mas o goleiro espalmou para escanteio.

Rodrygo recebeu dentro da grande área, aplicou um desconcertante corte em Sánchez e finalizou, a bola tirou tinta do travessão.

O ritmo de jogo caiu após o segundo tento anotado pelo Peixe. Mas ainda deu tempo do zagueiro e autor do gol, Veríssimo, levar cartão amarelo. E Manga Escobar, que entrara aos 23 minutos do segundo tempo, receber o segundo cartão amarelo nos acréscimos e ser expulso.

VAVEL Logo

    Santos FC Notícias

    há 6 dias
    há 8 dias
    há 8 dias
    há 10 dias
    há 12 dias
    há 12 dias
    há 16 dias
    há 20 dias
    há 20 dias
    há 22 dias
    há 24 dias