Após primeiro jogo morno, Chape e Atlético-MG realizam duelo decisivo pela Copa do Brasil
Disputa de bola entre Roger Guedes e Apodi (Foto: Bruno Cantini/ Atléttico-MG/ Divulgação)

Após primeiro jogo morno, Chape e Atlético-MG realizam duelo decisivo pela Copa do Brasil

Clube que passar para a próxima etapa da competição receberá cerca de 3 milhões de reais

rbussula
Rodrigo Bussula
ChapecoenseJANDREI; APODI, RAFAEL THYERE, DOUGLAS E BRUNO PACHECO; AMARAL, MARCIO ARAÚJO E CANTEROS; GUILHERME, ARTHUR E WELLINGTON PAULISTA.
Atlético MineiroVICTOR, PATRIC, BREMER, GABRIEL E FÁBIO SANTOS; ADÍLSON, GUSTAVO BLANCO E CAZARES; LUAN, RÓGER GUEDES E RICARDO OLIVEIRA.
ÁRBITROLEANDRO BIZZIO MARINHO
INCIDENCIASARENA CONDÁ. OITAVAS DE FINAL DA COPA DO BRASIL. 16 DE MAIO DE 2018, 19:30.

Na noite desta quarta feira (16), Atlético-MG e Chapecoense realizam jogo decisivo pela Copa do Brasil. O jogo é válido pelas oitavas de final do torneio nacional. No primeiro jogo, realizado no estádio Independência, os dois times não conseguiram ser efetivos nas poucas finalizações criadas e não tiraram o zero do placar. Qualquer empate levará a partida para os pênaltis.

O confronto marca uma fase derradeira para as metas das duas equipes no decorrer da temporada. A volta de Wellington Paulista pelo lado da Chape e a boa fase de Roger Guedes no Atlético-MG, gera uma expectativa de um jogo aberto pelas duas partes.

Atlético-MG viaja a Chapecó para decisão e a ausência de laterais reservas

O Galo já viajou para o duelo decisivo pela Copa do Brasil. O time treinado por Thiago Larghi enfrenta a Chapecoense buscando a vaga nas quartas de finais após boas atuações da equipe no Brasileirão. A equipe empatou fora de casa com o São Paulo e ganhou do Atlético-PR na Arena da Baixada.

Thiago também está preocupado com as laterais pois não leva nenhum reserva para Fábio Santos e Patrick. titulares do atual elenco. Emerson, contratado junto à Ponte Preta e reserva imediato de Fábio Santos, não pode jogar o torneio por já ter participado com a camisa da macaca. Kevin e Lucas Cândido, reservas de Patrick, também não viajaram

A equipe busca a classificação com unhas e dentes, tendo em vista que esse ano a premiação do torneio aumentou consideravelmente em comparação ao ano anterior. Cerca de 3 milhões de reais podem entrar no cofres do alvinegro de Minas Gerais, no caso de classificação para a próxima fase.

Provável escalação: Victor, Patric, Bremer, Gabriel e Fábio Santos; Adílson, Gustavo Blanco e Cazares; Luan, Róger Guedes e Ricardo Oliveira.

Chape fecha treino e torcida espera retorno de WP9

O técnico Gilson Kleina fechou os portões antes da partida decisiva pela Copa do Brasil. O treinador fez questão de adiantar a volta de Wellington Paulista ao comando do ataque. Leandro Pereira, titular da posição nas últimas partidas, não participa do jogo por já ter jogado a competição com a camisa do Sport.

Após boa partida contra o Flamengo a Chapecoense chega com a moral lá em cima e a expectativa interna de uma boa partida é grande. Gilson Kleina, técnico da equipe, falou um pouco sobre o que espera do confronto:

“O intuito deles é o mesmo do nosso. São objetivos iguais. O fato de não termos tomado gol (na ida) e trazer a decisão para cá é de grande valia. Não quer dizer que vai ser um jogo fácil. Vamos ter que ser inteligentes e trabalhar com o pé no chã. O Atlético-MG joga para cima”, frisou o treinador.

Provável escalação: Jandrei; Apodi, Rafael Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Amaral, Marcio Araújo e Canteros; Guilherme, Arthur e Wellington Paulista.

A partida acontece hoje (16), às 19h30 na Arena Condá.

VAVEL Logo

Associação Chapecoense de Futebol Notícias

há 13 dias
há 14 dias
há 14 dias
há 22 dias
há 22 dias
há 23 dias
há 23 dias
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês