Rodrigo Caetano é apresentado no Internacional e vibra: "É um dos maiores do futebol mundial"
(Foto: Eduardo Deconto/ Globoesporte.com)

Rodrigo Caetano é apresentado no Internacional e vibra: "É um dos maiores do futebol mundial"

O novo diretor executivo do Inter foi apresentado oficialmente e já se mostrou ambicioso quanto a sequência da temporada

ygorangel
ygor rangel

Foi apresentado na tarde da última quinta-feira (24), o novo diretor executivo do Internacional, Rodrigo Caetano. Ele chega ao clube gaúcho, após uma passagem de três anos e três meses como executivo do Flamengo. Rodrigo, que foi apresentado pelo presidente Marcelo Medeiros e pelo vice-presidente de futebol, Roberto Melo, manifestou plena confiança na comissão técnica e jogadores do atual plantel.

"É importante ter o maior número de jogadores com excelência, que consigam impor ao adversário o respeito que o Inter exige. Mesmo chegando no meio de temporada, vou procurar colaborar com a comissão. O Inter não deve a nível de elenco para essas equipes que postulam o título nacional. Essa questão de oscilação é quase geral. Poucos clubes não oscilam. Requer tempo para consolidar elenco e time. Entendo que o Inter tem que voltar a ser protagonista como sempre foi em sua história" disse o profissional.

Ele comentou também, sobre o processo de reestruturação que passa o Internacional, desde o seu retorno à série A do Campeonato Brasileiro. Citou também, a importância em resgatar a auto-estima do torcedor com bons resultados para almejar as melhores colocações na tabela.

"É obvio que o torcedor fica desconfiado. Não resta a menor dúvida que o torcedor tem esse direito. Cabe a todos nós aqui, todos os engajados, recuperar essa autoestima, para que o torcedor perceba que estamos em um dos maiores clubes do futebol brasileiro e mundial. É impossível não pensar em coisas grandes. É inadmissível. O torcedor só vai perceber se passarmos isso para ele. Mesmo estando fora, a estrutura é de clube gigante. Se não, não teria feito a opção de aceitar essa responsabilidade. Não esse desafio. Tenho as melhores expectativas com o futuro" Emendou.

Caetano utilizou ainda, a sua passagem recente pelo rubro-negro carioca, como credencial para afirmar aptidão em gerir um clube que passa por um processo de reestruturação, guardadas as proporções nas comparações. O cartola, também elogiou a estrutura do Colorado e já planeja o futuro, cortando gastos e gerando receitas para o clube.

"Aprendi muito nesses três anos e pouco lá. Afirmo que muito provavelmente as dificuldades eram muito maiores do que as do Inter hoje. O Inter tem algumas vantagens de quando cheguei no que diz respeito à infraesturura. Tem estádio que dispensa comentários, um CT em muito boa condição. Chega em um estágio à frente. Geração de receitas e redução de despesas é obrigação de um gestor. Vim para colaborar nesse sentido nas demais áreas do Inter, com o que puder colaborar aqui" Afirmou, o motivado executivo.

Breve histórico...

Rodrigo Caetano iniciou sua carreira como executivo em 2003, no RS Futebol, trabalhando com Paulo César Carpegiani. Depois teve uma passagem pelas categorias de base do Grêmio e pelo departamento de futebol profissional, Caetano ficou no Tricolor de 2005 a 2008. Na sequência, assumiu como executivo no Vasco, de 2009 a 2011, e teve no cruzmaltino, o trabalho que lhe deu notoriedade a nível nacional, conquistando uma Copa do Brasil com o clube de São Januário. Em 2012, já no Fluminense, ergueu as taças de Campeão Carioca e Brasileiro daquele ano. Já em 2013 o cenário foi bem distinto, enfrentando uma crise financeira, o Tricolor Carioca escapou de ser rebaixado para a Série b, nos tribunais, devido a uma escalação irregular de um atleta, por parte da Portuguesa. Em seu último trabalho, antes da chegada ao Internacional, Caetano desembarcara em 2015 na Gávea. Com uma capacidade maior para investimento, o cartola acabou conquistando apenas um Campeonato Carioca (2017), com a equipe rubro-negra.

 

 

VAVEL Logo

    Sport Club Internacional Notícias

    há 16 dias
    há 16 dias
    há um mês
    há um mês
    há um mês
    há um mês
    há um mês
    há um mês
    há um mês
    há 2 meses
    há 2 meses