Palmeiras encara Cerro Porteño fora de casa pelo primeiro jogo das oitavas da Libertadores
Felipão comandou treino em Assunção na tarde desta quarta-feira (08) (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

Palmeiras encara Cerro Porteño fora de casa pelo primeiro jogo das oitavas da Libertadores

Paraguaios e Brasileiros se enfrentam nesta quinta-feira (09) pela fase de oitavas de final do torneio sul-americano.

iago-andrade
Iago de Andrade

Palmeiras e Cerro Porteño (PAR) fazem o primeiro jogo entre as duas equipes pela fase de oitavas de final da Copa Libertadores, nesta quinta-feira (9) no Paraguai. 

Os dois clubes já se enfrentaram pela Libertadores da América oito vezes e o retrospecto é positivo para o alviverde. São três vitórias Brasileiras contra um dos Paraguaios e quatro empates. Será a nona vez em que as equipes irão duelar pela competição.

A última partida entre as equipes foi em 2006, também pela Libertadores. Os estrangeiros venceram por 3 a 2 no antigo Palestra Itália e na época, uma pancadaria generalizada entre comissões técnicas e jogadores paralisou a o jogo, que teve o episódio apelidado como “A Batalha de Cerro”.
 

Felipão de volta na Libertadores

O Palmeiras vem de uma boa campanha na Copa Libertadores . O verdão fechou a fase de grupos como líder, acompanhando do Boca Juniors para as oitavas da competição. Na fase inicial, Roger Machado era o comandante alviverde e somou 16 pontos dos 18 disputados.

Mas o ex-técnico não agradou a direção do verdão com resultados negativos nas demais competições e perdeu o cargo de treinador, dando lugar ao ídolo da torcida alviverde Luís Felipe Scolari, que está em sua terceira passagem no clube.

Felipão venceu a Copa Libertadores da América em 1999 com o Palmeiras e em 1995 com o Grêmio, além de chegar na final da competição em 2000 também com o verdão. Felipão é a arma Palmeirense para que o time crie vida no mata-mata do torneio e espante a nuvem negra que sobrevoa a Barra Funda.


Cerro Porteño foca no elenco


O Cerro Porteño é líder do campeonato Paraguaio e fez uma boa campanha na Libertadores até então. A equipe sul-americana ficou atrás do Grêmio (BRA) no grupo A por apenas 1 ponto e deixou a vida dos gaúchos apertada na primeira fase da Copa.

Questionado sobre o duelo com o Palmeiras, o presidente da equipe Paraguaia disse que “O coletivo fará a diferença” e não prometeu vida fácil aos Brasileiros.

A torcida do Palmeiras comercializou boa parte dos ingressos destinados para o setor visitante e os hinchas locais prometem empurrar o time rumo à vitória no Estádio General Pablo Rojas em Assunção às 21h45 desta quinta-feira (09)

 

VAVEL Logo