Régis viaja para acertar com Al Wehda, clube do técnico Fábio Carille

Atleta deixa o Bahia com 103 jogos realizados e 21 gols marcados

Régis viaja para acertar com Al Wehda, clube do técnico Fábio Carille
(Foto: Felipe Oliveira/ EC Bahia)

O meia Régis deixou Salvador na tarde desta segunda-feira e embarcou para a Arábia Saudita, onde deve realizar exames e assinar contrato com o Al Wehda, time treinado pelo ex-corintiano Fábio Carille. Régis estava relacionado para a partida contra o Atlético-PR, no último domingo, mas foi afastado por pedir para ser negociado com o Al Wehda, conforme o Bahia divulgou nas redes sociais.

Há pouco mais de uma semana, o jogador recebeu uma proposta e chegou a ser anunciado oficialmente pelo clube árabe, só que a negociação não se concretizou. O Bahia negou a transferência, e Régis veio a público para afirmar que estava feliz e satisfeito no clube baiano, negando qualquer rumor. "Realmente houve essa procura. Houve esse desejo. Fico feliz, estou fazendo um bom trabalho, tendo interesse de outros clubes. Meu foco é no Bahia. Estamos na reta final da Sul-Americana, temos jogo contra ao Santos... Estou feliz em ficar. Vou trabalhar bastante para dar alegria ao torcedor. Estou aqui, estou feliz", afirmou o meia.

Formado nas categorias de base do São Paulo, Régis acumula passagens por Paulista, América-RN, Chapecoense, Sport e Palmeiras. Foi contratado pelo Bahia em 2016, emprestado pelo Sport. Após um ano e meio no Tricolor por empréstimo, ele assinou, no início desta temporada, um contrato em definitivo válido até o fim de 2020. A negociação para a aquisição do meia foi complexa. Como contrapartida da compra do goleiro Jean, o São Paulo adquiriu direitos do meia junto ao Sport e repassou ao clube baiano.

Vestindo a camisa do Bahia, Régis disputou 103 jogos, marcou 21 gols e conquistou o acesso para a Série A em 2016, a Copa do Nordeste de 2017 e o Campeonato Baiano deste ano. O meia sofreu uma lesão no início da atual temporada e voltou à titularidade recentemente. Na última quinta-feira, ele contribuiu com uma assistência para o gol marcado por Élber na vitória por 1 a 0 sobre o Ceará, pela semifinal da Copa do Nordeste. Ele também foi decisivo contra o Corinthians, quando deu passe para gol de Mena; e diante do Botafogo, com um gol marcado