Em 'jogo de seis pontos', Bahia e Sport fazem duelo direto contra o Z-4

Separadas por dois pontos, equipes brigam na parte de baixo da tabela

Em 'jogo de seis pontos', Bahia e Sport fazem duelo direto contra o Z-4
Foto: Williams Aguiar/Sport
Bahia
Sport
Bahia: Anderson; Bruno, Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Gregore, Elton, Vinícius e Elber (Zé Rafael); Edigar Junio e Gilberto. Técnico: Enderson Moreira.
Sport: Magrão; Cláudio Winck, Ernando, Durval e Sander; Deivid (Nonoca), Fellipe Bastos e Gabriel; Marlone, Rafael Marques (Morato) e Rogério. Técnico: Eduardo Baptista.
ÁRBITRO: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP), auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Anderson José de Moraes Coelho (SP)
INCIDENCIAS: Partida válida pela vigésima terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Disputada na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Bahia e Sport fazem duelo crucial para as pretensões dos times na Série A. Nesta quarta-feira, às 19h30, o Tricolor receberá o Leão na Arena Fonte Nova, em Salvador, em jogo da 23ª rodada do campeonato. O Bahia inicia a rodada com 25 pontos, na 14ª colocação, enquanto o Sport é o primeiro na zona de rebaixamento, em 17º, com 23 pontos conquistados. O Leão voltou a vencer na competição na última rodada, na qual bateu o Paraná em casa por 1 a 0. Já o Bahia voltou a perder em seu último compromisso, após esboçar reação. O time de Salvador foi derrotado por 2 a 0 pelo Atlético-PR fora de casa.

+ Confira as ofertas de nosso parceiro FutFanatics

No primeiro turno, os clubes se encontraram na Ilha do Retiro, em Recife, pela quarta rodada e o Sport venceu por 2 a 0.

Tricolor vem reforçado

Para esse confronto, o treinador Enderson Moreira deve alterar o time titular, já que conta com os retornos do goleiro Anderson, que está recuperado de uma conjuntivite; e do meia Zé Rafael, que ficou de fora do último jogo lesão muscular. A tendência é que Anderson retorne normalmente na vaga de Douglas, que teve de deixar a última partida com lesão no Joelho. No meio de campo, Zé Rafael deve assumir a vaga que foi ocupada por Élber.

Depois da derrota por 2 a 0 para o Atlético-PR, no último domingo, Enderson ressaltou o desgaste pelo qual os atletas vêm passando com a sequência de jogos. “A gente vai completar 12 jogos assim: quarta e domingo. A gente tem que continuar enfrentando isso, sem justificar nada, sem pegar bengala. A gente precisa passar por cima. Sabemos que temos qualidade para fazer jogos melhores. Nossa preocupação tem sido recuperar os atletas e é isso que a gente vai buscar para quarta-feira”, pontuou.

Leão tem problemas

Antes de vencer o Paraná, o Sport estava há 11 jogos sem vencer; mesmo com o triunfo, não foi o suficiente para tirar o time da zona de rebaixamento. “Demos um passo importante voltando a vencer e quebrando esse jejum de vitórias que estava incomodando. Conseguimos, se não com o futebol que a gente espera, mas com muita luta. Agora é dar sequência. Temos um jogo fora de casa, um confronto direto, difícil. Temos que ter o mesmo empenho e atenção para surpreender o Bahia”, disse Eduardo Baptista, técnico do time pernambucano.

O comandante vai enfrentar o mesmo problema que os seus antecessores. Único centroavante do elenco, Hernane Brocador não vai poder entrar em campo devido a um acordo de cavalheiro entre as duas diretorias (O Bahia ainda paga uma parte do salário do jogador). Com isso, Eduardo Baptista vai ser obrigado a improvisar no setor, provavelmente com um ‘falso nove’.

Apesar de estar habitual a atuar aberto pela esquerda, Rogério já jogou como centroavante em outras oportunidades e é o favorito para começar o jogo. Rafael Marques, que conhece Eduardo Baptista dos tempos de Palmeiras, também surge como uma opção. Morato, que vem entrando bem no segundo tempo, briga para assumir a vaga deixada pelas pontas. Além disso, o volante Deivid volta de suspensão e manda Nonoca para o banco.