Jogadores do Bahia reclamam de lances de pênalti não marcados: "Ao menos um foi"
Zé Rafael disputa bola com William Arão. Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

Jogadores do Bahia reclamam de lances de pênalti não marcados: "Ao menos um foi"

Tricolor teve ao menos três lances polêmicos na área do Flamengo, jogadores reclamam do árbitro não considerar marcar ao menos uma das possíveis penalidades

danrleypascoal
Danrley Pascoal

Em jogo com boas chances para ambos os times, o árbitro foi destaque por não assinalar possíveis penalidades em três lances contra o Bahia​. No primeiro lance a bola rebateu ma mão do zagueiro Léo Duarte, outra em disputa de bola entre Zé Rafael e Réver o meia do Tricolor caiu na área e por último uma bola em que Gilberto foi travado pelo zagueiro flamenguista antes do chute. 

Após o empate em 0 a 0, jogadores do Tricolor Baiano e o auxiliar técnico Luis Fernando falaram sobre o jogo e também criticaram a arbitragem do mineiro Igor Benevenuto.

Luis Fernando que ocupava a área técnica no lugar de Enderson Moreira que cumpria suspensão falou sobre o futebol jogado e o rendimento dos atletas e o que fazer para sair desta situação incomoda.

"É isso que a gente tem cobrado, a caminhada é difícil e a gente tem cobrado  e os jogadores tem correspondido, estamos jogando bem, falta aquele detalhe e a gente vai trabalhar pra isso, os jogadores sabem e estão treinando pra melhorar uma hora a vitória vem. E só trabalho e trabalho pode nos tirar desta situação, e os jogadores entendem isso", disse.

O auxiliar foi categórico sobre os riscos de o Bahia ser rebaixado e criticou arbitragem. "Eu posso garantir a vocês o Bahia não cai para segunda divisão. e sobre arbitragem o bandeirinha disse que bateu na mão e que foi sem querer, sinceramente nenhuma bola bate na mão sem querer, mas a gente vai sair dessa situação​", reforçou.

Na saída do campo os laterais respectivamente falaram sobre o árbitro. Bruno destacou: "De todos os pênaltis pelo menos um foi". Léo também comentou as escolhas da arbitragem. "Um jogo muito difícil e truncado, o lance da bola na mão  foi pênalti", afirmou.

Vinicius também falou na saída do campo sobre os pênaltis não marcados.​ "Complicado, infelizmente a arbitragem, é difícil falar, porque podemos ser punido. Mas quando jogamos contra times de Rio e São Paulo. O Bahia com time e elenco que tem não pode ficar na posição que está,  Agora é mudar a chave. Quarta já jogo contra Botafogo, pela Sul-Americana. Depois pensamos no Brasileiro. Estamos em situação delicada, mas juntos vamos sair dessa", garantiu.

Agora o Bahia precisa esquecer as polêmicas do jogo de hoje e pensar na estratégia para o jogo contra o Botafogona quarta-feira, às 21h45 no estádio Nilton Santos, com um 2 a 1 no agregado o tricolor pode empatar por qualquer placar para chegar as quartas de final da Copa Sul-Americana. O próximo jogo do Tricolor pelo Brasileiro é contra o Grêmio, no sábado (06/10) em Porto Alegre, às 21h.   

VAVEL Logo