Em jogo disputado, CSA empata com Atlético-GO e soma ponto importante na luta pelo acesso
Foto: Thiago Parmalat/RCortez/CSA

Em jogo disputado, CSA empata com Atlético-GO e soma ponto importante na luta pelo acesso

CSA fica no empate com Atlético/GO e  não tem mais chances de título na série B. Mas, ganha ponto importante na busca pelo acesso. Jogo teve alternância de chances de gol

danrleypascoal
Danrley Pascoal
csaLucas Frigeri; Celsinho; Elivelton; Xandão; Rafinha; Yuri; Juan (Neto Verona); Dawhan; Didira (Walter); Hugo Cabral; Rubens (Jhon Cley) Técnico: Marcelo Cabo
Atlético-GOKléver; Alisson; Lucas Rocha; Gilvan; Jonathan; Fernandes; Pedro Bambu; João Paulo; Júlio Cesar (Thiago Santos); André Luis (Bruno Santos); Renato Kayzer; Técnico: Wagner Lopes

CSA e Atlético-GO ficaram no empate sem gols no Rei Pelé. O time alagoano somou um ponto importante na luta pelo acesso à Série A, mas, com 59 pontos, não alcança mais o Fortaleza, que tem 68 pontos e foi campeão brasileiro. Já o Atlético, com 53 pontos, se complicou e está a quatro pontos do G4 com seis para disputar.

O jogo começou com o CSA indo para cima, jogando em casa o time alagoano precisava da vitória para continuar sonhando com o título e ficar cada fez mais próximo da primeira divisão. Logo no primeiro minuto Rafinha soltou uma bomba em cobrança de falta, Klever defendeu e a bola bateu na trave do Atlético. Com jogadas mais incisivas o CSA chegou mais uma vez aos sete minutos em cobrança de falta, Celsinho levantou na área do time visitante, Klever afastou de soco e, no rebote, Juan chutou por cima do gol, a bola passou tirando tinta da trave atleticana.

O CSA mandava no jogo, sem força ofensiva o Atlético-GO pouco chegava ao ataque, já o azulão pecava nas finalizações e não conseguia abrir o placar da partida. Aos 17 minutos Didira fez boa jogada, driblou Gilvan e tocou para Juan que chutou forte, mas Klever fez uma grande defesa. Até o fim do primeiro tempo o Dragão tentava furar a defesa do CSA que estava bem postada atrás. O arbitro acabou a primeira etapa com o 0 a 0 no placar.

O segundo tempo começou sem que os times ameaçassem a meta um do outro, a primeira finalização mais perigosa aconteceu só aos 13 minutos, quando João Paulo chutou forte no canto do gol de Lucas Frigeri que espalmou e a defesa do azulão afastou. Por pouco o Atlético não abriu o placar. Os times voltaram desligados para o segundo tempo e não conseguiam criar muitas chances, o CSA só chegou com perigo do ataque aos 36 minutos, Neto Berola partiu em velocidade, e já dentro da área tocou para Walter. O atacante do CSA chapou a bola que passou raspando a trave do Atlético.

Aos 37 minutos o Dragão chegou novamente, André Luis tentou surpreender Lucas Frigeri, a bola passou tirando tinta do travessão do goleiro do CSA. O jogo ficou corrido na parte final e os dois times pareciam querer a vitória. Quando o placar marcava 39 minutos o azulão quase abriu o placar, Jhon Cley cruzou baixo, a bola passou por o goleiro Klever e bateu em Alisson, quase saiu um gol contra a favor do CSA.

Já aos 48 minutos o time da casa teve a última chance na partida, a bola sobrou para Neto Berola que chutou colocado e a bola passou perto do gol de Klever. Com 49 minutos e faltando poucos segundos para acabar o jogo o Atlético ainda assustou a torcida do CSAPedro Bambu pegou o rebote dentro da área, chutou bonito, mas mandou por cima do gol de Lucas Frigeri. Foi quando o árbitro apitou o final da partida, 0 a 0 CSA e Atlético-GO.  
 

VAVEL Logo

Serie B Notícias

há 6 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 10 dias
há 18 dias
há 23 dias
há 23 dias
há um mês