Em reunião na CBF, clubes aprovam VAR e vetam limite de troca de treinadores
Foto: Divulgação/CBF

Em reunião na CBF, clubes aprovam VAR e vetam limite de troca de treinadores

Arbitragem por vídeo é aprovada pelos 20 clubes de série A e será custeada pela entidade

pesales
Pedro Arthur Sales Souza

Nesta sexta-feira (22) foi organizado o Conselho Ténico da Serie A do Campeonato Brasileiro, organizado pela CBF. Nele, foi feita a proposta de utilizar o VAR (video assistant referee) nos 380 jogos do campeonato.

O acordado foi de que a entidade arcaria com todos os custos de implantação da tecnologia e os clubes ficariam responsáveis apenas pelos gastos de pessoal dos profissionais que operam o equipamento.

O uso do assistente de vídeo vinha sendo implementado aos poucos no Brasil. Até hoje, tiveram 21 jogos com a presença do mesmo: 3 jogos no Campeonato Carioca, 2 jogos no Campeonato Pernambucano, 1 jogo no Campeonato Gaúcho e no Catarinense, além de 13 jogos na edição passada da Copa do Brasil. Já tinha se discutido anteriormente a aplicação da mesma tecnologia no Brasileirão. Porém, na época, os clubes vetaram pois teriam de arcar com o valor integral do VAR.

O vai e vem de treinadores continua

Não é novidade que o futebol brasileiro possui uma cultura de trocar de técnicos frequentemente. Isso de certa forma atinge negativamente o futebol jogado das equipes e assim, descredibiliza a competição.

Pensando nisso, a CBF também fez a proposta de limitar os clubes para fazerem apenas uma troca de treinador durante a competição. A ideia não foi aprovada pelos clubes que também vetaram a proposta de limitar o número de inscrição a 40 atletas. O número acordado foi de 45 jogadores.

Fora isso, também foi anunciada a criação da Supercopa. Torneio que vai realizar o confronto do vencedor da Copa do Brasil ao ganhador do Campeonato Brasileiro. A competição teria jogo único em local determinado de forma prévia.

 

VAVEL Logo
CHAT