De olho na primeira vitória na Libertadores, Atlético-MG encara Nacional em Montevidéu
Foto: Bruno Cantini / Atlético

De olho na primeira vitória na Libertadores, Atlético-MG encara Nacional em Montevidéu

O Nacional que faz o pior início de Campeonato Uruguaio da sua história, busca sua segunda vitória na Libertadores. O Atlético precisa vencer para se recuperar da surpreendente derrota na estreia em casa 

danrleypascoal
Danrley Pascoal

O Atlético-MG entra em campo na noite desta terça-feira (12) pela segunda rodada da Copa Libertadores 2019, jogando em Montevidéu o time enfrenta o popular Nacional-URU, Estádio Parque Central, às 21h30. Após ter perdido em casa na estreia para o Cerro Porteño, só a vitória interessa ao Galo que chega bastante pressionado no confronto.  

O Nacional vem para a partida contra o Atlético com freio de mão puxado, apesar da vitória na estreia da competição continental contra o Zamora, o Decano vem fazendo o pior início de temporada da sua gigante história. Em quatro jogos do Campeonato Uruguaio foram três empates, uma derrota e nenhuma triunfo. 

A vitória na primeira rodada da Libertadores deu tranquilidade para ao técnico Eduardo Domínguez, porém, ainda é bastante pressionado pelos meios de imprensa locais por conta do péssimo rendimento da equipe nos jogos. A derrota em casa pode significar a queda do treinador.

O Galo viajou para Montevidéu pensando somente na vitória, mesmo tendo perdido com gol irregular, o alvinegro não apresentou um bom futebol contra o Cerro Porteño e precisa vencer no grupo considerado um dos menos difíceis da competição. Por isso o técnico Levi Culpi faz mistério sobre o time que entra em campo, na atividade pré-jogo o treinador não esboçou nenhum time para a partida. 

Escalações 

Atlético-MG: Victor; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Zé Welison e Jair; Elias, Cazares e Luan; Ricardo Oliveira.  

Nacional: Esteban Conde, Guillermo Cotugno, Rafael García, Marcos Angeleri, Alvaro Pereira, Felipe Carballo, Mathías Cardacio, Santiago Rodríguez, Brian Ocampo, Gonzalo Bergessio e Sebastián Fernández

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo