Destaque do Goiás, Michael desabafa sobre seu passado: "Eu gostava de mexer com tráfico"
(Foto: Rosiron Rodrigues /Goiás E.C)

Destaque do Goiás, Michael desabafa sobre seu passado: "Eu gostava de mexer com tráfico"

O atacante concedeu entrevista à Rádio Sangres sobre sua vida e  o envolvimento com drogas; Atualmente é cobiçado pelo Santos e tem multa de aproximadamente R$ 32 milhões

danrleypascoal
Danrley Pascoal

Michael, principal destaque ofensivo do Goiás na série B do ano passado e artilheiro na atual temporada, falou sobre seu passado e sua e adolescência antes de se dedicar totalmente ao futebol. De família pobre e sem uma boa formação, o atacante revelou o que passou durante a vida.

"Tentaram me matar seis vezes. Eu era muito brigão no terrão, sempre fui custoso, ‘galudinho’. Também era por tráfico. Acabei vendendo droga, acabei fumando e acabei roubando. Fiz muitas coisas e não tenho orgulho. Não tenho orgulho, não. Mas foram coisas que aconteceram na minha vida e eu peço perdão."

Ainda em entrevista para a Rádio Sangres, o jogador citou os perrengues e a importância da religião para que pudesse mudar de vida e chegar a um dos maiores clubes do estado goiano.

"Eu gostava de mexer com tráfico, gostava só de coisa errada. Depois da sexta vez que tentaram me matar, Deus disse para mim “chega, né!”. Fui para a igreja e uma mulher disse tudo o que aconteceu na minha vida. Falei que se Deus for bom, ele vai ter misericórdia de mim."

VAVEL Logo