Ney Franco exalta Tadeu e garante pés no chão por parte do Goiás
Goias Oficial / Divulgação

O Goiás garantiu mais três pontos no Campeonato Brasileiro. Desta vez, contra o Ceará, na tarde deste domingo (06), no Castelão, em Fortaleza, pela 23ª rodada. Por 1 a 0, o time esmeraldino garantiu a quarta vitória consecutiva e sem tomar gol na competição.

O técnico Ney Franco falou sobre as principais dificuldades apresentadas pela equipe durante a partida e rasgou elogios ao goleiro Tadeu, peça chave na disputa.

"Foi um jogo muito difícil. Acho que a gente foi para o intervalo ganhando de 1 a 0 merecedor do resultado, além do gol criamos três oportunidades. Tivemos no primeiro tempo um controle do jogo. No segundo o Adilson fez substituições, jogou a equipe pra cima. A gente sofreu no segundo tempo e dentro desse sofrimento mais uma vez fizemos um jogo com a nossa equipe sólida. No momento em que a defesa adversária conseguiu furar esse bloqueio, encontrou um goleiro que está em uma fase espetacular que é o Tadeu. Isso nos deu a vitória".

O comandante falou também sobre a pressão que os times recebem dentro e fora de campo para manter os bons resultados.

"Nesse momento no segundo turno toda equipe entra pressionada. O Flamengo e o Palmeiras entram pressionados porque estão trabalhando na parte de cima da tabela, quem vacilar fica para trás ou perde algum posto. Lá na parte de baixo a mesma coisa. No nosso caso, estamos no meio da tabela e enfrentamos uma equipe que estava no meio da tabela também. As duas equipes estavam pressionadas e acho que a gente foi feliz hoje em termos de posicionamento dentro de campo". 

Ney também não deixou de ressaltar o excepcional desempenho do atacante Michael, autor do único gol que deu a vitória ao clube visitante.

"Mais uma vez a gente teve uma jogada resolvida no talento individual do Michael e depois coletivamente a nossa equipe se protegeu muito bem. Ele da a situação de ser o jogador que chega com força no ataque, perturba os defensores não só quando está com a posse de bola mas quando tem que marcar ele aperta a marcação e foi assim que surgiu o gol".

Mesmo com a boa sequência de jogos, o treinador garante que a sequência do trabalho e a postura são fundamentais.

"Temos um grupo comprometido com a história do Goias, em colocar o time dentro de uma situação melhor na tabela do Campeonato Brasileiro. Hoje foi interessante. A gente tem que manter os pés no chão, continuar trabalhando forte até chegar esse número de 45 pontos. Temos um jogo difícil na quarta-feira contra o Botafogo. Temos de recuperar a parte física dos jogadores".

A partida contra o Botafogo acontece na próxima quarta-feira (09), às 19h15, no Engenhão

VAVEL Logo