#DicaVAVEL: sete livros que contam histórias sobre o Atlético-MG
Imagem: Domínio Público

Considerando o aumento significativo de casos confirmados de Coronavírus (COVID-19) em todos os estados brasileiros, dão conta que até o momento são mais de 3.000 infectados e 77 mortes.

Diante desse cenário amedrontador, a necessidade em reforçar o isolamento social torna-se inevitável e como consequência dessa 'quarentena' o tédio acaba tomando conta de todos nós.

Pensando nisso, nós da Vavel Brasil aproveitamos esse período sem jogos do Atlético-MG e resolvemos selecionar alguns livros que falam sobre o seu time do coração ou de algum atleta que marcou época na história do clube, assim o torcedor do Galo une o útil ao agradável, consequentemente  passará o tempo com a leitura.

Descrição dos livros sobre o Atlético-MG:
(descrição realizada pela própria editora)

  • Os Dez Mais do Atlético Mineiro - Eduardo Murta (Editora Maquinária)

O livro Os dez mais do Atlético Mineiro está fechando, com chave de ouro, a Coleção Ídolos Imortais. Em 176 páginas, ilustradas com fotos históricas e caricaturas, o torcedor do Galo vai conhecer melhor as histórias de dez representantes de uma grande dinastia de craques.

Da época de Mário de Castro, passando por Ubaldo e Kafunga, ídolos de um período mais remoto, até aos tempos em que Dario, Cerezo, Reinaldo, Éder, Luisinho e Marques encheram de orgulho a nação atleticana.

A leitura dessa obra é uma verdadeira viagem no tempo. São os momentos mais marcantes da trajetória do clube, narrados através dos feitos dos seus maiores ídolos.

O experiente jornalista Eduardo Murta assina o texto.

  • Atlético Mineiro Raça e Amor - Ricardo Galuppo (Editora Ediouro)

A nova escalação da coleção Camisa 13 é o Atlético Mineiro. Viaje com 
Ricardo Galuppo na história de um time que nasceu d o sonho de estudantes e eternizou nomes como Dadá Maravilha, Nelinho, Kafunga, Gilberto Silva, Taffarel e muitos outros.

Tão empolgante como o 'Vou festejar' cantado pela nação atleticana no Mineirão apinhado, o livro deve ser lido não só pelos torcedores do galo, mas por todos que adoram futebol.

  • À meia-noite, no Horto e outras histórias do Galo campeão da América - Douglas Ceconello (Editora ImpedLibros)

Riascos correu para a bola em 1971, mas Victor lhe rebateu com um COICE em 2013. E este será daqueles lances que deixarão todas as versões e CORRUPTELAS possíveis, porque faz parte da restrita galeria de fatos que já nascem transformados em fábula.

Era preciso apontar o dedo e prometer como fazem os ÉBRIOS diante do nada: Desta vez, não tem volta. Vai ser de qualquer jeito.”

Não haveria outra maneira do Atlético Mineiro conquistar a Copa 
Libertadores da América se não fosse numa jornada repleta de feitos épicos. 

Este livro reconta a trajetória do “time de renegados” liderado por Cuca, desde a estreia na Libertadores até a redenção atleticana pelas ruas de Belo Horizonte na infinita festa do título.

“À meia-noite, no Horto - e outras histórias do Galo campeão da América” é uma parceria do Impedimento.org, site sobre futebol sul-americano no ar há oito anos, com o fotógrafo Daniel Teobaldo, que retratou o fanatismo atleticano ao longo de toda a Libertadores.

Além dos textos do Impedimento e das fotos de Daniel, o livro traz artigos inéditos, a narração da grande final no Twitter, as fichas de todos os jogos do Galo e as frases que marcaram a conquista.

  • Raça e Amor: A saga do Clube Atlético Mineiro vista da Arquibancada - Ricardo Galuppo (Editora DBA)

O livro conta a história do Clube Atlético Mineiro, desde o início da vida do clube, relembrando fatos envolvendo craques, dirigentes e torcedores.

  • América É Do Galo Atlético Mg - Caio Ducca (Editora Magma Cultural)

O Livro América é do Galo, é uma publicação que conta toda a história dessa épica conquista, Libertadores 2013.

São fotos jogo a jogo, depoimentos contando a emoção dessa conquista, todo o elenco campeão para guardar e relembrar os heróis dessa emocionante batalha.

  • Clube Atlético Mineiro 1971: O Ano Do Galo Brasileirão 71 - Marcelo Baêta (Editora Panda)

Após a euforia do tricampeonato mundial, o Brasil buscava um campeonato mais competitivo e abrangente. A Confederação Brasileira de Desportos lança, então, em 1971, o primeiro Campeonato Brasileiro.

Grandes times entraram em campo: Santos, de Pelé P almeiras, da Academia Cruzeiro, de Tostão São Paulo, de Gerson Botafogo, de Jairzinho, além de muito outros craques e esquadrões que fariam a alegria de qualquer torcedor.

Contudo, nenhum deles foi páreo para o Atlético Mineiro. Dadá, Humberto Ramos, Grapete, Lôla e companhia deram ao Galo a honra de ser o primeiro campeão brasileiro e uma conquista dessas não pode passar em branco na história. 

Nesta obra, o jornalista Marcelo Baêta faz uma pesquisa minuciosa e resgata os detalhes e ficha s técnicas de cada jogo do Brasileirão daquele ano, descreve as disputas com os adversários, revela histórias polêmicas dos bastidores, traz os depoimentos dos jogadores e o perfil de todos os atletas do time, titulares e reservas, incluindo parte da equipe técnica. 

Um livro que retrata fielmente o clima de uma equipe que jamais sairá da cabeça e coração dos torcedores.

OBSERVAÇÃO: Todos os livros estão disponíveis no site Amazon em formato impresso ou e-book, alguns são gratuitos e outros tem um valor acessível que cabem no bolso.

VAVEL Logo