Márcio Coelho aponta excesso de confiança em eliminação do Figueirense no Catarinense
Foto: Reprodução/ Figueirense Fc

O Figueirense foi goleado pelo Juventus por 4 a 1 na noite desta quarta-feira (29), no estádio Orlando Scarpelli, em partida válida pela volta das quartas de final do Campeonato Catarinense. O Figueira jogava pelo empate, já que venceu por 2 a 1 na ida, mas acabou sendo surpreendido pelo time de Jaraguá do Sul.

Em entrevista coletiva, o técnico do Figueirense, Márcio Coelho falou sobre os motivos que levaram o time a sofrer com a derrota no Campeonato. O técnico não descartou a hipótese que o excesso de confiança que o time teve com a vitória do jogo anterior, tenha atrapalhado na preparação da partida.

‘’Pode ser que tenha tido excesso de confiança, são armadilhas e a nossa mente não funciona para entender em que dois mais dois é quatro. A gente procura combater essas situações quando nos deparamos".

O técnico classificou o desempenho da equipe no jogo como "desastrosa".

‘’A gente fez uma boa primeira partida e elevou as expectativas, trouxemos a vantagem, mas fizemos um jogo desastroso. Até pensei em fazer trocas no intervalo, mas no meu entendimento o problema não era estrutural ou individual, mas sim coletivo. Tentamos corrigir de forma coletiva, mas não surtiu efeito. Tomamos o gol com um minuto e agravou nossa situação.’’

Com a eliminação no Catarinense, o Figueirense conta agora com um pouco mais de uma semana para se preparar para a estreia na Série B do Brasileiro. O Figueirense volta a campo no sábado (8) contra o Operário, no estádio Germano Kruger, às 16h.

VAVEL Logo