Cariocão B1: artilharia do estadual é marcada por jogadores experientes do futebol brasileiro
Foto: Léo Borges/ divulgação Sampaio Corrêa RJ

As divisões inferiores dos principais campeonatos estaduais de topo o país, abrigam um seleto grupo de jogadores experientes com passagens por grandes clubes ao longo de suas carreiras. Na série B1 Carioca, os atacantes mais veteranos não fizeram feio e protagonizaram uma disputa acirrada pela artilharia.

Dentre os líderes da estatística, apenas Emerson Carioca (8) e Alexandro "Créu" (7) podem desbancar o líder Fábio Henrique, que tem 9. A dupla citada pertence ao Sampaio Corrêa, de Saquarema, que é semifinalista geral da divisão, e caso passe pelo Maricá nesta quarta-feira, irá decidir o título contra o vencedor de Duque de Caxias e Nova Iguaçu.

Veteranos "On"

A  exceção de Fábio Henrique, de 25 anos, mas que soma 9 gols em 11 partidas pelo já eliminado Goytacaz, a B1 Carioca reserva nomes conhecidos do futebol brasileiro no topo da artilharia.

Jones (Serra Macaense)

Aos 36 anos de idade, o atacante ídolo no arquirrival Macaé é o vice-artilheiro estadual. Com 8 gols em 11 partidas pelo Serra, Jones viveu seu auge no início da década, quando teve passagens de sucesso no Madureira, Macaé (4 vezes) onde participou da estreia na elite estadual e esteve no time que conquistou seguidos acessos da série D até a B nacional. Vindo do próprio rival nesta temporada, se tornou referência no Serra Macaense.

Emerson Carioca (Sampaio Corrêa)

Apesar da baixa idade (24), Emerson é velho conhecido do carioca - alcunha que ostenta em seu nome de jogo - pois o atacante que chegou a passar pelas divisões de base do Vasco da Gama já defendeu 4 clubes do estado nesta temporada. Iniciando o ano pelo Madureira, defendeu a Cabofriense, onde fez gol no Botafogo, e ainda teve tempo de ir ao Volta Redonda, antes de chegar no Sampaio Corrêa. Com 8 gols em 9 jogos, tem a melhor média dos artilheiros.

Thiago Amaral (Artsul)

Famoso por ter sido um dos artilheiros do Cariocão em 2015 pelo Volta Redonda, Thiago tem 35 anos e acumula passagens marcantes pelo São Cristóvão, o próprio Volta e a mais recente, no Artsul. Pelo time de Austin fez 7 gols em 12 jogos. Ainda no futebol carioca, passou pelo Boavista, Duque de Caxias, Barra Mansa, Goytacaz e Portuguesa da Ilha.

Alexandro "Créu" (Sampaio Corrêa)

Certamente um dos nomes mais badalados da competição, Alexandro "Créu" é o jogador de maior destaque dentre os citados. Grande revelação do Resende em meados de 2008, se destacou também no América-RJ, o que fez parar no Botafogo. Andarilho da bola, passou por inúmeros clubes do Brasil e exterior, tendo o Duque de Caxias, Bangu, Macaé e Portuguesa da Ilha, as equipes defendidas no Rio. Na B1 marcou 7 gols em 15 jogos até o momento.

Rafael Pernão (Artsul)

Mais um jogador abaixo dos 30 anos, Rafael Pernão, de 27, se destacou pelo Arstul ao marcar  6 gols em 10 partidas. Experiente do futebol carioca, o meia já defendeu o Madureira, Volta Redonda e Cabofriense  em três oportunidades. Já fora do time da baixada, Pernão acertou recentemente sua ida ao Real Noroeste/ES.

VAVEL Logo