Apresentado no Santa Cruz, Alexandre Gallo fala em paciência
da torcida e elenco qualificado
Divulgação/Santa Cruz

O Santa Cruz já está com seu novo comandante no território. Alexandre Gallo desembarcou no Recife na tarde da última quarta-feira (14) e foi apresentado à imprensa e aos jogadores nesta quinta-feira (15), além de realizar o primeiro treinamento com o elenco. Aos 53 anos, experiente por ter trabalhado em diversas equipes e conhecedor do futebol pernambucano, Gallo tem a missão de resgatar a confiança dentro e fora do Arruda ao substituir João Brigatti, demitido no último fim de semana. Em menos de uma semana, o Tricolor encerrou a participação na fase de grupos da Copa do Nordeste (pior campanha entre todos os participantes) e foi eliminado pelo Cianorte na segunda fase da Copa do Brasil.

O novo comandante do Santa Cruz vem com seu auxiliar Valdir Benedito e, em sua primeira declaração, deixou claro ao presidente Joaquim Bezerra que vai precisar de reforços mesmo ciente do quadro financeiro do clube. Além disso, enfatizou que será necessário ao torcedor ter paciência para que as mudanças surtam efeito em seu curso natural.

“Uma das primeiras exclamações que eu tive com o presidente foi de que eu não sou mágico. Sou um treinador de futebol preparado, estudioso. Amo demais o futebol. Sabendo dessa dificuldade, assumi essa responsabilidade de ajudar e dar minha parcela de contribuição. Sabemos que não será de uma hora para outra, mas digo à nação que vou dar o meu melhor”, disse.

O tempo será fundamental para a nova direção. Alexandre Gallo observou pontos a serem melhorados no atual elenco e afirmou que a evolução é progressiva aliada com a chegada de novos jogadores. E o uso do “fator tempo” foi intensificado pelo novo técnico coral.

“Precisamos de um encaixe melhor, uma evolução física e tática. Precisamos desse tempo para equacionar. É claro que estamos buscando alguns reforços, dentro de nossa condição. Mas o tempo é quem vai dizer. Quem pode falar melhor é o pessoal da direção voltada ao futebol, sobre nomes e posições. Nunca abrimos isso porque trabalhamos com pessoas. E aqui existem algumas que podemos até resgatar seu melhor”, explicou.

Em campo, após conversa com o elenco, realizou trabalho técnico com os jogadores. Outros treinamentos serão realizados até a estreia. Alexandre Gallo vai iniciar seu trabalho em jogos oficiais às 16 horas do próximo domingo (18) no Clássico das Emoções contra o Náutico, clube onde Gallo trabalhou três vezes, no Estádio dos Aflitos, no Recife/PE, pela sexta rodada do Campeonato Pernambucano 2021.

VAVEL Logo