Avaí e Chapecoense testam boa fase no jogo de ida da final do Catarinense
Foto: Divulgação/Chapecoense

Avaí e Chapecoense se encontram neste domingo (23), na Ressacada, às 16h, pelo jogo de ida da final do Campeonato Catarinense. Essa é a terceira vez, que as duas equipes se enfrentam em uma decisão desde 2017, a quinta no total.

A grande final será na próxima quarta-feira (26), às 16h, na Arena Condá, por isso as equipes querem fazer um bom jogo para sair na frente.

Avaí defende 13 jogos de invencibilidade

O Avaí chegou até aqui após eliminar o Brusque na semifinal. No jogo de ida foi 0 a 0 e no jogo de volta, fora de casa, a equipe avaiana venceu por 1 a 0. O técnico Claudinei Oliveira terá apenas um desfalque para a partida: o volante Serrato, que está lesionado.

O Leão da Ilha defenderá a sua invencibilidade que já dura 13 jogos, sendo que a equipe só sofreu seis gols em 17 partidas na temporada.

O treinador não deve promover muitas mudanças em relação ao time que venceu o Brusque.

Provável escalação do Avaí: Glédson; Edilson, Alemão, Betão e Diego Renan; Bruno Silva, Giovanni, Valdívia e Lourenço; Getúlio e Júnior Dutra.

Chapecoense busca bicampeonato

Melhor campanha na fase de grupos, a Chapecoense fez valer o favoritismo e eliminou o Marcílio Dias na semifinal. No jogo de ida venceu por 4 a 1, já na volta não fez uma das melhores partidas, mas contou com a fase iluminada de Perotti pra igualar o marcador e garantir de vez a sua vaga na final.

O técnico Mozart Santos não poderá contar com Alan Santos no jogo deste domingo, o volante de lesionou nas quartas de final do estadual e ainda não está apto para jogar. Por outro lado, o goleiro Keiller e o zagueiro Derlan estão de volta e viram opção.

Esta é a sexta final seguida de Campeonato Catarinense da Chapecoense, que é a atual campeã. No total, a Chape soma sete conquistas estaduais.

Como foi o melhor colocado na primeira fase, o Verdão do Oeste tem a vantagem de dois empates ou igualdade na soma dos placares.

Provável escalação da Chapecoense: Keiller; Matheus Ribeiro, Coser, Derlan e Busanello; Anderson Leite, Léo Gomes e Fabinho; Perotti, Mike e Anselmo Ramon.

Arbitragem

  • Árbitro: Luiz Augusto Silveira Tisne
  • Assistente 1: Helton Nunes
  • Assistente 2: Alexandre de Medeiros Lodetti
  • Quarto árbitro: Charly Wendy Straub Deretti.

 

VAVEL Logo