Bahia vira contra Santos e segue sonhando com vaga na Libertadores

Na Arena Fonte Nova, os baianos venceram por 2x1 e segue com o sonho da classificação para Libertadores

Bahia vira contra Santos e segue sonhando com vaga na Libertadores
Foto:  Felipe Oliveira/EC Bahia
Bahia
3 1
Santos
Bahia: Jean; Eduardo (Éder), Tiago, Thiago Martins e Juninho Capixaba; Renê Júnior, Juninho (Edson), Zé Rafael e Allione (Régis); Edigar Junio e Mendoza.
Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz (Luiz Felipe) e Jean Mota; Alison, Renato (Yuri Alberto) e Lucas Lima; Bruno Henrique, Arthur Gomes (Vladimir Hernández) e Ricardo Oliveira.
Placar: Bruno Henrique, aos 16 do 1T; Mendoza, aos 22 do 1T; Alison (contra), aos 9 do 2T; Edigar Junio, aos 33 do 2T

Bahia venceu de virada o Santos nesta quinta-feira (16) por 3 a 1, pelo fechamento da 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Bruno Henrique abriu o placar, enquanto que Mendoza, de pênalti, Alisson, contra, e Edigar Junio, em outra penalidade, definiram o triunfo dos mandantes.

Bahia chegou a seis partidas de invencibilidade na Série A (quatro triunfos e dois empates), vai a 49 pontos e toma o nono lugar do Atlético-MG. Já o Santos, na quarta colocação, sofre a terceira derrota seguida, para nos 56 pontos e vê Grêmio (61) e Palmeiras (60) abrirem vantagem na disputa pelo vice-campeonato.

Pela próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Bahia irá à Ilha do Retiro encarar o Sport, às 17h (de Brasília) de domingo. No mesmo dia, o Santos receberá o Grêmio na Vila Belmiro, às 19h.

PRIMEIRO TEMPO MOVIMENTADO, MAS TERMINA EMPATADO

Bahia começou com ritmo acelerado na Arena Fonte Nova, mas o Santos estava muito organizado em campo. Aos 5, Lucas Lima deu um lançamento para Ricardo Oliveira, que bateu de primeira, mas pegou fraquinho e a bola morreu nas mãos do goleiro Jean.

Depois, aos 15, Bruno Henrique soltou uma bomba de fora da área, e o arqueiro baiano salvou. No lance seguinte, Jean não conseguiu fazer nada quando David Braz apareceu no ataque pela direita e cruzou rasteiro para Bruno Henrique abrir o placar na Fonte Nova.

Após falta de Lucas Veríssimo em cima de Zé Rafael dentro da área, o árbitro Sandro Meira Ricci assinalou pênalti. Na cobrança, Mendoza deslocou Vanderlei e deixou tudo igual.

BAHIA VIRA O JOGO E SEGUE SONHANDO COM A LIBERTADORES

 Após cobrança de escanteio do Santos, Zé Rafael avançou em velocidade e cruzou para Mendoza. Antes do atacante pegar na bola, Alison tentou cortar e mandou contra a própria meta, matando o goleiro Vanderlei e virando a partida.  

No decorrer da segunda etapa, o alvinegro foi diminuindo o ritmo e acabou sendo castigado aos 33 minutos, quando Sandro Meira Ricci marcou pênalti de Jean Mota em Edigar Junio. Na cobrança, o atacante do Bahia venceu Vanderlei e fechou o 3 a 1 no placar.