Brasil estreia com vitória na Copa do Mundo Feminina Sub-17

Brasileiras venceram a Nigéria por 1 a 0 no primeiro jogo do Mundial

Brasil estreia com vitória na Copa do Mundo Feminina Sub-17
Micaelly fez golaço de cobertura e garantiu a vitória (Foto: Getty Images)
Brasil
1 0
Nigéria

A Seleção Brasileira iniciou com vitória sua caminhada na Copa do Mundo de Futebol Feminino Sub-17 na manhã deste sábado (1°). As meninas entraram em campo diante da Nigéria, em Amã, na Jordânia, e a meia Micaelly garantiu o resultado, marcando um golaço por cobertura ainda no primeiro tempo e fechando o placar em 1 a 0.

O primeiro desafio do Brasil da Copa do Mundo Feminina Sub-17 não era simples. Diante da forte Nigéria logo na estreia, as meninas precisaram de muita atenção na defesa e das mãos milagrosas de Kemelli, que salvou as brasileiras diversas vezes. Além disso, foi dos pés de Micaelly que o gol da vitória saiu após falha da goleira nigeriana.

Agora a Seleção Feminina volta a campo na próxima terça-feira (4), às 13h, diante da Coreia do Norte, que empatou contra a Inglaterra também neste sábado por 3 a 3. O Brasil termina a fase de grupos diante das inglesas no sábado (8), às 10h. O regulamento da Copa do Mundo Sub-17 prevê que os dois primeiros colocados avançam para as quartas de final e assim por diante até a decisão, disputada no dia 21 de outubro.

O técnico Luizão escalou o Brasil com a seguinte formação: Kemelli; Isabella Fernandes, Tainara, Thais Regina e Thais Reis; Angelina e Isabela Silva; Raquel, Micaelly e Kerolin; Ana Vitória.

Brasil domina o jogo; defesa se destaca

O primeiro tempo foi completamente brasileiro. Dominando a posse de bola e sem deixar a Nigéria sair do seu campo de defesa, a Seleção fez jogo duro e teve diversas chances de abrir o placar. Com jogadas aéreas e bolas altas, a goleira Nnadozie teve bastante trabalho nas duas chances de Ana Vitória e na oportunidade de Kerolin.

A goleira Kemili teve pouco trabalho e só precisou de atenção aos 32 minutos, quando Ajibade deu ótimo chute e exigiu uma ótima defesa. Kemilli voltou a ser acionada no lance seguinte, mas novamente afastou o perigo com muita segurança.

O Brasil se aproximou bastante de marcar, principalmente em jogadas rápidas, e por pouco não conseguiu. Entretanto, a bola finalmente entrou quando, aos 42 minutos, Micaelly aproveitou a péssima saída da goleira nigeriana para cortá-la e encobrir a adversária, sem chances para defesa.

Com a vantagem de 1 a 0 no placar, o Brasil utilizou o segundo tempo para administrar o resultado, controlando a posse de bola e sem deixar a Nigéria gostar do jogo. A insistência nigeriana não surtiu efeito e as brasileiras seguraram bem, mantendo a vantagem e afastando qualquer tentativa adversária.

Destaque, goleira Kemelli afirma que todo esforço até aqui deu certo

Um dos destaques da partida, Kemelli falou com jornalistas depois do duelo e comemorou bastante o resultado. "Eu estou muito feliz com o resultado do jogo e com as defesas que eu fiz. Boas defesas nos dão confiança e é muito importante as jogadoras e a comissão confiarem em mim ali na minha posição. Estamos trabalhando há três anos para esse momento", comentou a goleira.

Até pouco tempo e quando foi convocada pela primeira vez, a atleta era quarta goleira da Seleção Brasileira. Neste ano, antes do Sul-Americano, ela virou terceira e, para surpresa de Kemelli, foi escolhida como titular para a estreia no último treino. "O Luizão e o Filipe me chamaram quando acabou o treino de bola parada e me disse que eu ia ser a goleira na estreia, pois eu estava muito bem principalmente nas bolas paradas, em que saem muitos gols no futebol feminino. Eu nunca tinha imaginado", afirmou.