Após abrir mão em 2015, Rafinha volta a ser convocado pela Seleção Brasileira

Lateral do Bayern de Munique chegou a pedir dispensa por não ser chamado constantemente e cogitou até defender Alemanha quando conseguisse dupla cidadania

Após abrir mão em 2015, Rafinha volta a ser convocado pela Seleção Brasileira
Foto: TF-Images/Getty Images

Muitas novidades na lista de Tite para os amistosos contra Argentina e Austrália, a serem disputados em junho. Dentre os 24 jogadores convocados, um chama a atenção. O lateral Rafinha voltou a ser chamado para defender a Seleção Brasileira em um período de novos jogadores a serem testados após a classificação antecipada à Copa do Mundo 2018.

O caso de Rafinha é curioso. Em 2015, no reinício da trajetória de Dunga no comando da Amarelinha, o jogador foi convocado para as duas primeiras rodadas das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo após Danilo e Daniel Alves serem cortados por lesão. Porém, o lateral comunicou à CBF à época a sua dispensa e manifestou o desejo de defender a Seleção da Alemanha, onde vive e atua há mais de uma década.

"Não venho sendo chamado regularmente, não sou uma das principais opções em minha posição, considerando que há outros profissionais na minha frente", disse, anteriormente.

Convocados para dois próximos amistosos da Seleção Brasileira (Foto: Marcello Neves/VAVEL Brasil)

Rafinha foi apontado como sucessor de Philipp Lahm na Seleção Alemã após o tetracampeonato mundial, mas as convocações lá também não aconteceram. Na Alemanha, atuou cinco temporadas no Schalke 04, joga pelo sexto ano consecutivo no Bayern de Munique e conquistou 15 títulos em terras germânicas. Em recente entrevista ao site oficial da Bundesliga, o jogador manifestou todo o amor que tem pelo país europeu.

"Eu sou brasileiro, mas a Alemanha está em meu coração. Eu sou 60% brasileiro e 40% alemão. Eu estou aqui há 13 anos e esse país tem feito muito por mim. Minha família, minhas filhas, minha mãe - nós todos amamos a Alemanha. Eu apenas posso agradecer por tudo o que este país tem feito por mim", disse. 

Com nova oportunidade na Seleção Brasileira, além do fato de Daniel Alves mais uma vez dominar a posição pelo bom momento que vive com a Amarelinha e com a camisa da Juventus, resta uma vaga na posição. Fágner é convocado constantemente, mas Rafinha pode ser utilizado e aumentar a disputa pela lateral-direita.


Share on Facebook