Nova Zelândia vence primeira ao golear Brasil no Hóquei sobre Grama masculino
Divulgação / Twitter / @FIH_Hockey

A Nova Zelândia enfrentou o Brasil pela décima partida do Grupo B de Hóquei sobre Grama masculino, no Centro Olímpico de Hóquei. Os neozelandeses foram para a sua quarta partida como favoritos contra a nova Seleção Brasileira, que participa em casa da sua primeira Olimpíada. Em sua primeira vitória na Olimpíada Rio 2016, a Nova Zelãndia goleou os anfitriões por 9 a 0.

A Nova Zelândia que já participa de jogos olímpicos há 60 anos, foi medalha de ouro em Montreal em 1976. Nos jogos Sul-Americanos de 2013, os brasileiros conquistaram a medalha de bronze. As duas seleções ainda não haviam vencido na competição.

No primeiro período as seleções demoraram para abrir o placar, o goleiro brasileiro fez grandes defesas que tardaram o gol dos neozelandeses. Mas aos 14 minutos o jogador Wilson Bra abriu o placar para a Nova Zelândia.

 Na volta do segundo período, aos 18 minutos, Wilson que parecia estar empolgado com o jogo, aumentou a vantagem para a Nova Zelândia. Em um arremesso perfeito, marcou 2 a 0.

Em um lance difícil de decidir, a Seleção Neozelandesa com Shay Neal aos 21 minutos marcou o terceiro gol.

O quarto gol da Nova Zelândia, que tinha uma incrível posse de bola, veio com Simon Child aos 25 minutos do segundo período.

Ao final do segundo período, o goleiro brasileiro, Rodrigo Faustino, teve destaque por suas defesas difíceis, mas não conseguiu impedir o quinto gol dos zeolandeses. Com 29 minutos, Kane Russel também deixou o seu.

Logo no início do terceiro período, aos 33 minutos Wilson marcou seu terceiro gol e sexto da Nova Zelândia na partida.

Com uma bela finalização de Nick Wilson aos 42 minutos, a Nova Zelândia marcou o sétimo gol na goleada sobre o Brasil.

Antes de terminar o terceiro período, a Nova Zelândia ainda teve a chance de aumentar o placar elástico. Simon Child fez o gol de número 8.

Faltando três minutos para o fim da partida, a Nova Zelândia marcou seu nono gol em uma cobrança de penalty córner. Nic Woods, 9 a 0. 

A Seleção Brasileira ainda tem mais um jogo nesta fase preliminar contra a Austrália, mas a classificação é praticamente impossível.

VAVEL Logo