Investigação conclui que acidente com ator Paul Walker se deu por alterações em seu Porsche Carrera GT
Sétimo filme da série Velozes e Furiosos deve ser lançado até o final do ano (Foto: Divulgação)

O inquérito que apurou a morte do ator Paul Walker e Roger Rodas, apontou as reais causas do acidente que ocorreu no dia 30 de Dezembro de 2013, em Los Angeles. OPorsche Carrera GT do protagonista da franquia “Velozes e Furiosos”, foi consumido pelo fogo logo após se chocar com um porte de luz.

Segundo o documento, Walker era passageiro, e a principal causa foi direção perigosa e pneus com 9 anos de idade. O carro também tinha alterações mecânicas para aumentar a potência, que originalmente era de 605cv.

Ainda segundo a investigação, o carro se chocou com o poste a uma velocidade de aproximadamente 93 mph (150 km/h). Nenhum outro carro se envolveu no acidente. Os dois ocupantes, usavam cinto de segurança, e o sistema de air bag, funcionou de forma correta.

A Porsche lançou um comunicado, alertado para uma correta manutenção em seus carros, bem como evitar alterações mecânicas, sem critérios técnicos.

"Nós apreciamos a análise meticulosa feita pelo Departamento de Trânsito de Los Angeles e o Califórnia Highway Patrol. É um dia triste para nós sempre que alguém é ferido em um de nossos carros, e este foi um evento particularmente trágico. Ao mesmo tempo, os resultados da investigação mostram que, de acordo com todas as evidências disponíveis, este acidente foi causado por condução perigosa em velocidades muito alta para a estrada em questão. Há também evidências de que este veículo tenha sido alterado e nenhuma manutenção adequada tenha sido feita. No entanto, não há nenhuma evidência de o acidente tenha ocorrido na parte mecânica​​". diz a nota da 

VAVEL Logo