Rio 2016 apresenta medalhas sustentáveis para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos

Pela primeira vez, as peças apresentam um design diferente e sustentável. "São as mais lindas do mundo", elogia o presidente do Comitê

Rio 2016 apresenta medalhas sustentáveis para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos
Frente e verso das medalhas dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos (Foto: Alex Ferro/Rio 2016)

Comitê Organizador e a Casa da Moeda do Brasil (CMB) apresentaram nesta terça-feira (14), os objetos mais desejados pelos atletas: medalhas dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos da Rio 2016. A cerimônia aconteceu na Arena do Futuro, no Parque Olímpico da Barra.

Pela primeira vez, as peças apresentam um design diferente e 100% sustentável. O centro da melhada é mais alto que as bordas e, para as Paralímpicas, há um guizo no interior que diferenciam ouro, prata e bronze. Além disso, a produção das peças de ouro são isentos de mercúrio na composição. 

As de prata e bronze têm 30% de material reciclado. A fita que envolve as medalhas foi tecida com 50% de garrafas pet. O pódio também foi inovado para que seja reutilizado após os Jogos. Eles foram confeccionados com madeira de pinheiro e serão enfeitados com mangue de praia junto a outras plantas.

Foto: Divulgação/Rio 2016
Medalhas Olímpicas (Foto: Divulgação/Rio 2016)

"Começa hoje a contagem regressiva final para os primeiros Jogos da América do Sul", disse o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, ao site oficial. Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Rio 2016, elogiou o novo desing. "As medalhas são um dos maiores símbolos dos Jogos. São as mais lindas do mundo", contou. 

Para o presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), a expectativa é que o país tenha a melhor participação na história: "Espero que muitas das medalhas fiquem no Brasil, que se prepara para ter a melhor participação Paralímpica de todos os tempos."

Foto: Divulgação/Rio 2016
Medalhas Paralímpicas (Foto: Divulgação/Rio 2016)