Federer vence compatriota de virada e vai avança às semifinais de Wimbledon
Com um boa movimentação em quadra, Federer (Foto: Andrew Yates/AFP)

Roger Federer venceu o terceiro do mundo, Stan Wawrinka, por três sets à um, na tarde desta quarta-feira (2). Em um dia sem sinais de chuva, Federer perdeu o primeiro set, mas conseguiu a virada facilmente após vencer o set seguinte no tie-break. As parciais foram de 3/6, 7/6, 6/4 e 6/4 em cerca de duas horas e vinte minutos de jogo.

Wawrinka começou o jogo de uma maneira agressiva e com poucos erros. Stan golpeava do fundo de quadra sem medo de errar, conseguindo sempre uma boa margem de segurança, buscando as linhas. Federer por sua vez tentava reagir nos pontos, mas em poucas trocas, Wawrinka conseguia o winner.

Logo no segundo saque de Federer, Wawrinka quebrou e, com 100% de pontos vencidos com o primeiro saque durante o primeiro set, Stan conseguia confirmar facilmente seus games de saque. Ele ofereceu somente uma chance de quebra, que foi recuperada com um ace. Apenas administrando seu serviço, Wawrinka fechou o set em 6/3.

Já no segundo set, Federer conseguiu elevar seu nível nas trocas de bola e fazia Wawrinka correr pela quadra, forçando alguns erros por parte do seu adversário. Stan também não conseguiu manter a qualidade do seu primeiro serviço. Contudo, ambos jogadores confirmavam seus serviços facilmente. Wawrinka ofereceu duas quebras, mas Federer não conseguiu converte-las. No tie-break, Federer abriu a vantagem de 3-1.

Após isso, manteve-se focado e, com outro ponto no saque do adversário, abriu a vantagem de 6-3. No seu terceiro set point, Federer empatou o jogo em um set à um após vencer por 7/6 (7-5).

Durante o terceiro e o quarto set, Wawrinka não conseguia mais impor o seu ritmo de jogo que impôs no primeiro e segundo set. Federer não cometia mais tantos erros e subia bastante à rede, conquistando mais de 75% dos prontos nos voleios e smashs.

Apesar de poucos aces, o saque de Federer conseguia atrapalhar bastante a devolução de Wawrinka, fazendo com que a devolução fosse para fora ou Wawrinka cometesse um erro. Com isso, Stan não conseguia manter seu ótimo nível de saque e sucumbiu ao Federer em 6/4 e 6/4.

Com essa vitória, Federer volta ao posto de número um do país e caso alcance a final, volta aos três melhores do mundo. Essa foi a 16ª vitória de Federer diante do seu compatriota, Wawrinka. Roger Federer enfrenta agora o canadense Milos Raonic pela vaga na grande final de Wimbledon.

VAVEL Logo