Yastremska atropela Wang e conquista primeiro título na carreira em Hong Kong
Foto: Divulgação/HK Tennis Open

Yastremska atropela Wang e conquista primeiro título na carreira em Hong Kong

Ucraniana se tornou a segunda campeã mais jovem de 2018 ao vencer sensação chinesa por 6/2 e 6/1

henrique
Gabriel Matos

Em um ano com o surgimento de diversas promessas, a #102 Dayana Yastremska sobe mais um degrau e conquista o primeiro título de sua carreira aos 18 anos. Neste domingo (14), a ucraniana venceu a #24 Qiang Wang, estrela da casa, em sets diretos, com parciais de 6/2 e 6/1, em apenas 1h05 de partida, pela final do WTA International de Hong Kong, na China.

Yastremska, assim, se torna a segunda tenista mais jovem a conquistar um título de WTA em 2018. Antes dela, a sérvia Olga Danilovic havia triunfado em Moscou, onde venceu a final mais jovem do ano, entre ela e a russa Anastasia Potapova. Danilovic é oito meses mais nova que Yastremska. Além disso, a ucraniana crava sua vitória mais importante da carreira, a primeira sobre uma top 30. Antes disso, ela já havia tirado um set da então top 10 Julia Goerges.

Na partida, Yastremska dominou do início ao fim, sempre mantendo um tênis absurdamente potente e agressivo, fazendo com que Wang estivesse em movimento, seu ponto fraco do dia. O cansaço da chinesa após disputar diversos torneios em sequência fez com que sua movimentação fosse prejudicada, o que ajudou a ucraniana a marcar 33 winners e 21 erros não forçados ao longo do embate.

"Ontem, eu estava muito confiante que eu poderia vencer, mas hoje de manhã, acordei e me senti nervosa", admitiu Yastremska. "Eu confiei que poderia vencer, mas não me aprofundei nos pensamentos porque sabia que quando estivesse na quadra, poderia esquecer tudo e apenas jogar ponto a ponto. Antes da partida é sempre difícil se manter focada. Quando se entra em quadra, é mais fácil se manter dedicada a cada ponto. Foi o que me ajudou a manter a calma".

Quanto ao último game da partida, de duração de 20 pontos, em que a ucraniana desperdiçou três match points e salvou quatro break points, ela confessou a dificuldade. "Eu nem lembro mais. Foi o game mais difícil do torneio, porque na cabeça, estava visualizando a forma que estava ganhando. É sempre isso que se quer. Mas ao mesmo tempo você tem de focar no agora, jogar o próximo ponto, sem pensar em muita coisa que possa quebrar sua cabeça e focar no match point. Foi o mais díficil pra mim".

No ranking mundial, Dayana Yastremska se tornará a tenista mais jovem do top 70 com uma nova marca de #66. Das tenistas com 18 anos ou menos, ela já abre uma vantagem de mais de 200 pontos sobre a segunda colocada, a americana Amanda Anisimova, #93 do mundo. Wang, mesmo com a derrota, avançará uma posição e ficará em #23, melhor de sua carreira.

Com o fim da gira asiática dos WTAs, Wang Qiang encerra a sua melhor temporada no circuito profissional, não participando dos últimos eventos do ano em Moscou e Luxemburgo, mas com esperança de um wildcard no Elite Trophy em Zhuhai. Yastremska, em contrapartida, disputará o International de Luxemburgo como special exempt, disputando a primeira rodada contra Kirsten Flipkens.

VAVEL Logo

Tênis Notícias

há 3 dias
há 4 dias
há 4 dias
há 4 dias
há 5 dias
há 5 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 6 dias
há 7 dias
há 7 dias