João Sousa surpreende Shapovalov, vence de virada e está na segunda rodada em Auckland
Foto: Divulgação/ATP

João Sousa surpreende Shapovalov, vence de virada e está na segunda rodada em Auckland

Tenista canadense era o sétimo cabeça de chave do torneio australiano, mas perdeu de virada para português na Nova Zelândia

ma__lin
Marcela Linhares

O cabeça de chave número sete, o #27 Denis Shapovalov, foi surpreendido pelo #44 João Sousa, e perdeu de virada na estreia do ATP 250 de Auckland. Com parciais de 4/6, 6/4 e 6/4, em 2h22, o português, vice-campeão do torneio em 2017, garantiu vaga à segunda rodada na madrugada desta segunda-feira (7).

Shapovalov chegou a abrir a vantagem de 4/1 na primeira parcial, mas viu seu adversário empatar em 4/4 após devolver a quebra. O canadense conseguiu quebrar novamente o saque de seu adversário no décimo game para vencer o primeiro set por 6/4, em 45 minutos.

O número 27 do ranking venceu 70% dos pontos com seu primeiro serviço, enquanto Sousa alcançou a marca de 55%. Mais agressivo, Shapovalov disparou oito bolas vencedoras com o forehand e uma com o backhand enquanto o tenista português disparou três e uma respectivamente. Em relação a erros não forçados, o canadense cometeu um erro não forçado a mais que João – 22 a 21.

Ao conseguir quebrar seu adversário no game inicial do segundo set, Sousa conseguiu abrir vantagem de 3/1 no placar. Após mais uma quebra, conseguiu ampliar para 4/1 em cima do canadense. A série foi marcada por um total de cinco quebras em dez games. O português teve seu serviço quebrado ao sacar para o set – inclusive teve set point - em 5/2, mas sacou novamente em 5/4 e não desperdiçou oportunidade dessa vez. Com placar de 6/4, empatou a partida em um set a um com série que durou 45 minutos.

Apesar de ter pontuado nove vezes com bolas vencedoras contra duas de Sousa, Shapovalov cometeu o dobro de erros não-forçados e alcançou a marca de 26 contra 13. A diferença de pontos ganhos entre os dois tenistas foi de apenas três – o português venceu 36 dos 69 disputados.

A última parcial contou apenas uma quebra no sétimo game, sendo esta suficiente para Sousa colocar 5/3 no placar e, apenas administrando seu serviço, liquidar a partida em 2h22 com placar de 6/4 na série final.

Ao final da partida, português comentou que a partida não foi fácil já que Shapovalov é um ótimo jogador e que seu adversário estava jogando bom tênis. O vice-campeão de 2017 acredita que jogou bem e está feliz por estar na segunda rodada do torneio.

Sousa terá como adversário na próxima fase do ASB Classic, o #93 Cameron Norrie, algoz de Benoît Paire. O melhor desempenho do português foi na temporada de 2017 quando chegou na final, mas perdeu para o americano Jack Sock.

VAVEL Logo