Djokovic vence Berrettini pelo terceiro Slam seguido e vai às semifinais do US Open
Foto: Divulgação / US Open

É bem verdade que #1 Novak Djokovic saiu atrás, mas mostrou o motivo pelo qual é um dos maiores tenistas da história. Na reedição da decisão de Wimbledon, o sérvio respondeu muito bem ao saque de #8 Matteo Berrettini e venceu por 3 sets a 1 a partida válida pelas quartas de final do US Open 2021.

No primeiro período, vitória do italiano por 7/5. Nos três seguintes, entretanto, melhor para o número 1 do mundo em parciais tranquilas: 6/2, 6/2 e 6/3. A partida teve 3h30, de duração. Este foi o terceiro Slam seguido com confronto entre Djokovic e Berrettini, e a terceira vitória do sérvio por 3 a 1.

Outra grande atuação

O primeiro set teve games bastante longos. Logo no primeiro, com Novak Djokovic sacando, foram 16 pontos para que ele confirmasse o saque, rejeitando dois break points. A partir do quarto momento, foram quatro games bastante disputados, mas sem quebras: no quarto, 11 pontos; no quinto, dez; no sexto, 20 (com dois break points); e, no sétimo, dez (igualmente com dois break points).

No 11º momento, Matteo Berrettini rejeitou o adversário e, após oito pontos, aproveitando o quarto set point para fechar o período em 7/5.

O quarto game do segundo set acabou sendo decisivo: nele, Novak Djokovic recusou o adversário. A sequência de saques ruins de Matteo Berrettini seguiu no sexto momento, quando ele sacou dezesseis vezes e recusou cinco break points. No oitavo, nova rejeição a favor do sérvio, que encerrou o período em 6/2.

As dificuldades de saque para o italiano seguiram no terceiro set. Logo no segundo game, ele foi rejeitado; no quarto, precisou recusar um break point e de oito pontos para confirmar o serviço; no sexto, longos dezoito pontos e outro break point recusado. No oitavo, mais uma vez, Berrettini foi recusado e Nole venceu o período por 6/2.

O saque do italiano, é bem verdade, voltou a encaixar na metade final do quarto set. Foi em vão: ao recusar o adversário no segundo game, Djoko conseguiu a vantagem que precisava para vencer por 6/2 na parcial do período e encerrar a partida.

O que vem por aí

Na semifinal do US Open 2021, Djokovic, que busca o seu quarto título de Slam no ano, enfrentará o #4 Alexander Zverev, que vem de vitória sobre o #46 Lloyd Harris.

VAVEL Logo