Em batalha de cinco sets, Brasil bate EUA e se aproxima de título da Copa dos Campeões de Vôlei

Time verde e amarelo vence rival em jogo equilibrado e está a um passo do pentacampeonato; compromisso contra o Japão definirá o título

Em batalha de cinco sets, Brasil bate EUA e se aproxima de título da Copa dos Campeões de Vôlei
(Foto: Divulgação/FIVB)
Brasil
3 2
Estados Unidos

Na madrugada deste sábado (16), o Brasil encarou os Estados Unidos em Osaka, no Japão, em duelo válido pela quarta rodada da Copa dos Campeões de Vôlei. Grande clássico do vôlei mundial, as duas equipes não decepcionaram e protagonizaram um duelo muito parelho. No detalhe, a Seleção Brasileira venceu por 3 sets a 2 em parciais de 28/26, 15/25, 25/20, 22/25 e 15/13

O maior pontuador da partida foi o oposto americano Matthew Anderson, com 27 bolas na quadra adversária. Do lado brasileiro, o maior destaque foi Wallace, com 22 pontos.

Com o triunfo, a Seleção Brasileira assume a liderança da competição, com nove pontos somados. A Itália, com a mesma pontuação, está em segundo pelos critérios de desempate. Os norte-americanos, por sua vez, caíram para o quarto lugar, com oito pontos.

Na próxima rodada, os comandados de Renan Dal Zotto encerram sua participação na Copa dos Campeões contra o Japão. Para conquistar o ouro, a Seleção Brasileira só precisa impedir que os donos da casa vençam dois sets na partida. 

Resumo da partida

(Foto: Divulgação/FIVB)

O jogo começou equilibrado e, com os times trocando pontos, a seleção americana chegou liderando por 8/7 na primeira parada técnica. Na segunda parte do set, os americanos seguiram muito bem no saque e com isso diminuíram a potência do ataque brasileiro, abrindo 16 a 13 no placar no segundo tempo técnico. Apesar disso o Brasil equilibrou o jogo e com o marcador apertado venceu por 28 a 26.

Na segunda parcial, os americanos começaram arrasadores e rapidamente abriram 8 a 2 no placar. Apesar de uma pequena oscilação, a Seleção dos Estados Unidos conseguiu manter vantagem confortável em 16 a 9. Dominando do início ao fim o set, o time norte-americano fechou a segunda parcial em 25 a 15.

No terceiro set, o Brasil começou melhor, com um bloqueio consistente e abrindo 8 a 5 no placar. A Seleção Brasileira se manteve com uma boa margem ao longo da segunda parte e foi para a segunda parada técnica com 16 a 13. E sendo mais imponente na hora decisiva, o Brasil fechou o set em 25 a 20, voltando a ficar na frente no placar em 2 a 1.

Na quarta parcial os americanos voltaram a mostrar bom volume de jogo no ataque e no bloqueio e, apesar da Seleção Brasileira estar próxima no placar, acabou prevalecendo a maior técnica americana no final com uma vitória por 25 a 22 e empatando o jogo em 2 a 2.

No tiebreak veio uma repetição dos primeiros e quarto sets, com os times muito próximos no marcador ao longo de todo tempo, apesar disso o Brasil acabou tendo mais frieza na hora decisiva e fechar o placar em 15 a 13 e 3 a 2.