Paços Ferreira x Sporting: Capitão ao leme

O Sporting ultrapassou o primeiro teste da temporada. Na Mata Real, os leões não deixaram fugir os três pontos como aconteceu na temporada passada e apesar de o jogo ter tido alguns momentos de equilíbrio, a equipa de Jorge Jesus agora já só pensa no Clássico.

Paços Ferreira x Sporting: Capitão ao leme
Paços Ferreira x Sporting: Fantasma ultrapassado
Paços Ferreira
0 1
Sporting
Paços Ferreira : Defendi; João Góis, Ricardo, Marco Baixinho e Filipe Ferreira; Mateus, André Leal (Cícero min 68) e Leandro Silva (Minhoca min 58) ; Pedrinho, Welthon e Barnes Osei (Ivo Rodrigues min 68)
Sporting : Rui Patrício, João Pereira, Ruben Semedo, Coates e Bruno César; Gelson (Carlos Mané min 79), Adrien, William e Bryan Ruiz (Bruno Paulista min 90) ; Alan Ruiz (Marvin Zeegelaar min 65) e Slimani.
Placar: 0-1, min 45 Adrien
ÁRBITRO: Hugo Miguel (AF Lisboa). Amarelados: William Carvalho (min 34) Marvin Zeegelaar (min 76) Welthon (min 91)
INCIDENCIAS: 2 Jornada Liga NOS. Estádio Capital do Móvel.

Agora que venha o FC Porto. O Sporting de Jorge Jesus foram os primeiros dos 3 grandes a entrar em campo e não desperdiçaram a oportunidade. 

O golo de Adrien Silva ao bater dos 45' foi mais do que suficiente para garantir os 3 pontos que o leão precisava para se concentrar agora no grande Clássico do próximo Domingo, mas nem tudo foram rosas. 

Suar, equilibrar e marcar

Ao contrário daquilo que tinha indicado na conferência de imprensa, o técnico leonino acabou mesmo por colocar Islam Slimani no onze titular. A meio-campo e face à ausência de João Mário, Gelson, Adrien, William e Bryan foram os homens chamados a ajudar Alan Ruiz e Slimani na frente de ataque, mas também na defesa houve mudanças. No lugar de Jefferson voltou a jogar Bruno César

Já do lado do Paços de Ferreira, as mudanças verificaram-se do meio-campo para frente. Cícero, Minhoca e Ivo Rodrigues cederam os lugares a André Leal, Osei e Leandro Silva respectivamente. 

O jogo arrancou e como era esperado o ritmo foi acelerando. O Paços jogava em casa, na mesma que na temporada passada tinha conseguido roubar os primeiros pontos aos leões. A motivação estava lá, mas também lá estavam Patrício, João Pereira, Semedo, Coates e Bruno César para dizer que não. 

Já o Sporting tinha o objectivo muito bem definido: não sofrer e marcar o mais cedo possível. Os leões bem que tentaram, mas a verdade é que a organização defensiva pacense não colaborava em nada. 

Até à meia hora de jogo as oportunidades foram divididas, mas a verdade é que a partir daí o domínio leonino passou a ser evidente. Defendi ia fazendo o que podia e a falta de pontaria de Slimani e Alan Ruiz davam uma ajuda a segurar o resultado, mas a verdade é que ainda antes do intervalo tudo mudou. 

Adrien Silva fez o único golo do jogo aos 45'.
Adrien Silva fez o único golo do jogo aos 45'.

Na sequência de um lance, Slimani quase que deixa fugir a bola, recupera-a ainda antes desta ultrapassar a linha final, em esforço ainda consegue fazer o passe para Bruno César que cruza para Gelson, que, num delicioso passe de cabeça, coloca a bola no pé de Adrien Silva que remata certeiro para o primeiro, e único,  golo do jogo. 

Tentar, tentar, tentar 

A segunda parte foi uma sucessão de tentativas para ambos os lados. O Sporting voltou a entrar com vontade de fazer aumentar o resultado e o Paços com vontade de procurar o empate. 

Na realidade o resultado não mais se alterou, a falta de pontaria de Slimani esteve evidente e a falta de integração de Alan Ruiz também. Há que dar tempo para que os dois avançados se entendam da melhor maneira. 

Já perto do final da partida destaque para o regresso de Mané ao onze (substituiu Gelson aos 79') e ao que parece poderá também ser uma das opções para o jogo frente ao FC Porto. 

Com ou sem João Mário, Clássico é para ganhar 

E por falar em FC Porto, o jogo do próximo Domingo é de importância extrema para os leões. No final da partida, William Carvalho disse que a equipa só está focada "em vencer jogo a jogo" e Jorge Jesus comentou a ausência de João Mário, tendo indicado que poupou o médio leonino para o jogo com o Paços para o poder ter a 100% em Alvalade. 

Resta saber se será mesmo assim, uma vez que com, ou sem, o Campeão Europeu, se o Sporting quer continuar a sonhar com o título terá de vencer. 

Futebol Português