FC Porto x Nacional : Dragão imperial, tragédia Nacional

O FC Porto recebeu e goleou o Nacional da Madeira por 7 bolas a zero. Numa tarde mandada e comandada pelos pupilos de Nuno Espírito Santos os azuis e brancos atropelaram os madeirenses e fizeram as delícias dos adeptos.

FC Porto x Nacional : Dragão imperial, tragédia Nacional
FC Porto x Nacional : Dragão imperial, tragédia Nacional (Foto: Site Oficial FC Porto )

Nem Maxi, nem Herrera foram necessários para ver o FC Porto golear por 7-0 o Nacional.

O jogo só teve um sentido e em casa foi o Dragão a mandar. Apesar da goleada, os azuis e brancos só puderam manter o segundo lugar da tabela classificativa, uma vez que os tri-Campeões também venceram esta tarde.  

Dois golos de avanço 

Desde o início que foram os azuis e brancos a mandar no jogo. Sem Herrera, sem Corona e sem Maxi Pereira, Nuno Espírito Santo deu lugar a  Layún, Felipe e André Silva. Já do lado do Nacional, foi a vez de Jokanovic  dar lugar às entradas  de César e Zizo.

Até ao intervalo o resultado só pecou por não ser maior, porque a verdade é que André Silva, Layún e companhia só não marcaram por culpa de Facchini... O primeiro golo só apareceu aos 31' e pelos pés de Óliver Torres... Depois do passe de Telles o médio só teve de rematar, a bola ainda acabou por sofrer um desvio em César antes de entrar na baliza, mas o golo estava feito. 

Brahimi voltou a marcar com a camisola do FC Porto | Foto: Site Oficial FC Porto
Brahimi voltou a marcar com a camisola do FC Porto | Foto: Site Oficial FC Porto

Ainda antes do bater dos 45' foi tempo de ver Brahimi fazer o gosto ao pé. Depois de um passe de Layún, Tobias ainda tentou desviar, mas ao segundo poste, o argelino rematou certeiro para o 2-0 antes do intervalo.... Mas calma, que ainda havia toda uma segunda parte com uma história para contar. 

Em azul mar quem se afogou foi o visitante 

Na segunda metade era esperado que o Nacional reagisse aos golos sofridos, mas a verdade é que ao que parece, a vontade ficou mesmo no balneário..... 

O Porto chegou, mandou, marcou e dominou e começou logo aos 51' com um golo de André Silva. Depois de uma tabelinha de André André com Torres, o espanhol assistiu a jóia azul e branca para o terceiro, o Estádio explodiu e a verdade é que bastaram 3 minutos para voltar a festejar. 

Desta vez foi o suspeito do costume: Soares. Depois de um remate de André André e de uma defesa de Facchini, o brasileiro na recarga fez o 4-0, o resultado parecia feito, mas os adeptos queriam mais e até Tobias Figueiredo ajudou à festa. 

O jogador emprestado pelo Sporting ao Nacional viu o segundo amarelo depois de travar André Silva à boca da área e na sequência do livre directo, Layún não deu tempo a ninguém para nada. Marcou de livre directo e a mão cheia era agora uma certeza..

Soares e André Silva fizeram 2 golos cada um esta noite | Foto: Site Oficial FC Porto
Soares e André Silva fizeram 2 golos cada um esta noite | Foto: Site Oficial FC Porto

Aos 71' foi tempo de bis de Soares. Depois de uma arrancada de André Silva e de um passe bem colocado para Diogo Jota, o português de 20 anos fez o cruzamento perfeito para Soares que, depois de agarrar a bola com o peito, fez a meia dúzia. 

O jogo estava mais que ganho, mas como quem dá um a marcar e marca um, também André Silva fez o bis esta noite no Estádio do Dragão... Aos 89' e depois de um remate de Diogo Jota, o avançado azul e branco só teve de encostar para fechar as contas. 

 

Com este resultado o FC Porto segue na luta pelo título e apesar da vitória do Benfica frente ao Feirense por 1-0, os azuis e brancos só têm um ponto de diferença e depois desta goleada, prometem dar luta até ao fim. 

Futebol Português