"Vai ser uma eliminatória disputada nas duas mãos"

"Vai ser uma eliminatória disputada nas duas mãos"

Foi assim que Jorge Jesus, na conferência de imprensa de ontem, resumiu os dois jogos que tem pela frente contra o Viktora Plzen.

ana-gomes
Ana Gomes

O treinador leonino levou com ele Bryan Ruíz, demostrando assim que o costa-riquenho vai ser titular no jogo dos oitavos-de-final da Liga Europa. Para o avançado, não importa em que posição jogue, "sinto-me bem nas 4 posições em que posso jogar, o mister é que vai decidir onde jogo".  

Para o camisola 20, a equipa está motivada e quer passar à fase seguinte da competição. O facto de não conhecerem o adversário, não significa que o jogo não tenha sido bem preparado, "pelo nome não é o mais forte da Europa, mas respeitamos todos as equipas e preparamo-nos muito bem". 

Ruíz ainda comentou o facto da equipa de Alvalade ter seis jogadores em risco para a segunda mão, mas garante que os jogadores não pensam muito nisso quando vão a jogo e adianta que  "há faltas que são necessárias, mas não queremos levar amarelo por falar com o árbitro ou por atirar a bola para longe”.

Já o treinador dos leões sabe que o Plzen não é um dos grandes da Europa, mas tal como o seu jogador, afirma que o adversário foi bem estudado, apesar de considerar que "é mais forte que o Astana, com uma equipa bem organizada em termos defensivos, com um treinador muito experiente", acreditando que "vai ser uma eliminatória disputada em duas mãos". 

Quando questionado sobre se a prioridade é ganhar a Liga Europa e passar diretamente à Liga dos Campeões ou ficar em segundo lugar do Campeonato e ir ao play-off da mesma competição, o treinador admite que são as duas prioridades para si, "tenta-se o segundo lugar e um bom resultado na Liga Europa".
 

Ainda quando foi questionado sobre os seis jogadores em risco de amarelo, adianta que ainda tem seis lesionados e que teve que moldar a equipa aos jogadores que tem disponíveis, mas adiante que Bas Dost "é dos poucos que ainda temos esperança para o jogo". 

Rui Patrício ainda foi tema de conversa uma vez que vai completar 453 jogos ao serviço do Sporting, para o técnico "o Rui é uma referência dos adeptos e do clube. Quando tens um jogador de top na tua equipa e se mantem durante muitos anos é sinal de crescimento do clube e não só do jogador".


Quer para Bryan Ruíz quer para Jorge Jesus nenhum dos jornalistas checos presentes na sala quis colocar alguma pergunta sobre a sua antevisão do jogo de hoje que se vai realizar no Estádio José de Alvalade e vai ser transmitido em canal aberto na SIC, às 20:05. 

VAVEL Logo