Napoli faturou aproximadamente R$ 580 milhões com vendas de Lavezzi, Cavani e Higuaín

Presidente Aurelio De Laurentiis desembolsou € 56,6 milhões para contar com os atacantes e lucrou o triplo do valor com as transferências do trio sul-americano

Napoli faturou aproximadamente R$ 580 milhões com vendas de Lavezzi, Cavani e Higuaín
Atacantes brilharam no Napoli (Fotomontagem: Rodrigo Rodrigues/VAVEL Brasil)

Ezequiel Lavezzi, Edinson Cavani e Gonzalo Higuaín deram muitas alegrias à torcida do Napoli. Artilheiros, os atacantes sul-americanos marcaram, ao todo, impressionantes 274 gols pelo time do sul da Itália. Hoje, os três já estão longe do clube – o último a deixar a agremiação foi 'Pipita', que rumou à rival Juventus. Eles, porém, têm outro fator incomum além do faro de gols: renderam uma bolada de dinheiro aos cofres do Napoli.

Lavezzi deixou o Napoli em julho de 2012 para se transferir ao Paris Saint-Germain, que pagou € 30 milhões (R$ 75 milhões, de acordo com a cotação de 2012) aos partenopei. Um ano depois, o mesmo PSG tirou Cavani da equipe italiana por € 64 milhões (R$ 182 milhões, de acordo com a cotação de 2013). Agora, em 2016, a Juventus irá pagar, em duas parcelas iguais, € 90 milhões (R$ 323 milhões, de acordo com a cotação atual) à agremiação de Nápoles para contar com Higuaín.

Assim, o Napoli faturou € 184 milhões (R$ 580 milhões) com a venda do trio de ataque, um lucro três vezes superior ao que o presidente Aurelio De Laurentiis pagou para tirar Lavezzi do San Lorenzo (€ 5,6 milhões), em 2007, Cavani do Palermo (€ 12 milhões), em 2010, e Higuaín do Real Madrid (€ 39 milhões), em 2013. No total, o mandatário desembolsou € 56,6 milhões e faturou o triplo do valor só com as transferências dos atacantes sul-americanos.

Substituto de Higuaín

Sem nenhum centroavante no elenco, o Napoli está atrás do argentino Mauro Icardi para substituir seu compatriota Gonzalo Higuaín. A imprensa italiana afirma nesta terça-feira (26) que a Internazionale recusou uma proposta do clube napolitano por Icardi, mas o presidente De Laurentiis pretende fazer uma oferta de € 50 milhões (R$ 179 milhões) pelo atacante. Caso a negociação não avance, a alternativa da diretoria napolitana deve ser o polonês Arkadiusz Milik, do Ajax. O jornal holandês De Telegraaf, inclusive, crava que o Ajax aceitou nesta segunda-feira uma proposta de € 35 milhões (R$ 125 milhões) pelo jogador.