Após tropeço da Inter na estreia pela UEL, Frank de Boer critica: "Perdemos a cabeça"

Time italiano estreou na Europa League com derrota em casa por 2 a 0 contra o Hapoel Be'er Sheva; holandês não vive bom momento desde sua chegada em Milão

Após tropeço da Inter na estreia pela UEL, Frank de Boer critica: "Perdemos a cabeça"
(Foto: Marco Luzzani/ Getty Images)

Não demorou muito para pintar a primeira grande "zebra" da nova edição da Uefa Europa League. Em sua estreia na competição diante de seus torcedores no Giuseppe Meazza nesta quinta-feira (15), a Internazionale perdeu por 2 a 0 para o modesto Hapoel Be'er Sheva, de Israel. Vítor Miguel e Buzaglo foram os responsáveis pelo vexame italiano diante dos israelenses, marcando os dois tentos da vitória, ambos durante a etapa complementar.

Desapontado, Frank de Boer lamentou o revés na estreia, e citou que a atitude de seus atletas não têm sido a correta há algum tempo. Segundo a mídia italiana, uma derrota no fim de semana no dérbi diante da Juventus pode derrubar o holandês do cargo, e Fabio Capello seria o favorito para assumir.

"Temos que analisar friamente este jogo. Primeiramente quero pedir perdão aos torcedores que vieram ao estádio, porque eles não mereciam esta derrota. Perdemos infantilmente a bola em diversas oportunidades, Eder parou na trave e durante o segundo tempo tivemos controle total, mas eles inauguraram o placar em um lance isolado. Foi algo semelhante ao que ocorreu diante do Pescara, perdemos a cabeça durante a partida", declarou Frank à Sky Sports Italia.

"É incrível como resolvemos jogar futebol nos últimos 20 minutos de jogo, à partir deste instante ganhamos confiança. Sinceramente não entendo. Muitas vezes nos ligamos somente quando sofremos o primeiro gol, e desta maneira fica complicado se recuperar. Devemos continuar trabalhando para anular este fator. Tudo isso me deixa com raiva, pois estou convencido de que poderíamos ter marcado primeiro, e tivemos chance para isso. Mas apesar de tudo estou confiante que iremos melhorar", ressaltou.

Para deixar a situação nerazzurri ainda mais complicada, os comandados de de Boer enfrentam a Juventus no próximo domingo (18) pela Serie A, novamente no Giuseppe Meazza. Como já foi dito pelo próprio comandante holandês, a equipe poderá ter algumas mudanças em relação a que saiu derrotada para o Hapoel.