Autor do gol contra o Flamengo, Juninho culpa 'falta de confiança' após sétima derrota seguida

No primeiro jogo de Enderson Moreira no comando do América-MG, nova derrota: 2 a 1 para o Fla, em Cariacica; Time voltou a marcar depois de jejum de seis rodadas, mas continua isolado na lanterna

Autor do gol contra o Flamengo, Juninho culpa 'falta de confiança' após sétima derrota seguida
Foto: Mourão Panda/América-MG

O América-MG começa mais uma semana com uma derrota a mais no saldo do Campeonato Brasileiro. Na estreia do técnico Enderson Moreira na equipe mineira, o vilão da vez foi o Flamengo, que derrotou o Coelho por 2 a 1, em Cariacica, no Espírito Santo. Ao todo são doze derrotas na Série A e apenas oito pontos conquistados em 16 rodadas - a pior campanha da história nessa altura do Brasileirão com 20 times. Com a primeira parte da competição tão ruim assim, só basta ao Coelho a lanterna e sete pontos de diferença para o penúltimo colocado, seu conterrâneo Cruzeiro.

Entretanto, a derrota dessa segunda-feira (25) trouxe um fato interessante. Depois de ficar seis rodadas sem marcar um gol, o América voltou a balançar as redes adversárias. O último havia sido marcado na vitória diante do Coritiba, por 2 a 1, em casa, na distante nona rodada. O dono do gol que quebrou o jejum foi o meio-campo Juninho, que completou de primeira para o fundo das redes depois do lançamento de Danilo, já na etapa complementar, quando o Flamengo vencia por 2 a 0.

No final da partida, o atleta americano destacou que a equipe precisa de um resultado positivo para ter mais segurança neste momento ruim. “O importante agora não é gol, é a vitória. Estamos precisando ganhar uma partida pra pegar confiança e sair dessa situação difícil. Hoje o time mostrou determinação e entrega, só está faltando um pouco de confiança", disse Juninho.

Apesar do revés, o futebol do time evoluiu, como destacou o zagueiro Alison. “Hoje a equipe mostrou uma qualidade melhor, o toque de bola, marcou melhor. Mas a gente vem trazendo uma carga tão pesada que, a partir do momento que toma o gol, já vem o pensamento pesado”, disse. “A gente tem chance de conseguir reagir ainda no Brasileiro”, completou.

Agora o América-MG volta as atenções para a Copa do Brasil. Na quinta-feira (28), o time vai até a capital do Ceará, enfrentar o Fortaleza, às 21h, no estádio do Castelão. O Coelho entra em campo com vantagem no marcador, pois venceu o jogo de ida por 1 a 0. Um triunfo, empate ou derrota por um gol de diferença, desde que a equipe mineira marque gols, classifica o América para as oitavas-de-final. Uma vitória simples dos donos da casa leva a disputa para os pênaltis.

Já pelo Campeonato Brasileiro, o Coelho volta a campo no próximo domingo (31), às 18h30, quando recebe o Grêmio, no Independência, em jogo válido pela 17ª rodada. Enquanto a equipe gaúcha é terceira colocada com a mesma pontuação do vice-líder, o América luta para fugir de um provável rebaixamento. Na conta simples, que considera 45 pontos como o mínimo para não ser rebaixado, a equipe mineira precisa de 37 pontos em 66 restantes para alcançar a meta e manter-se na primeira divisão.