Silas elogia jovens do Avaí e destaca gol de Diego Jardel: "Jogada de inteligência"

Após vitória por 1 a 0 sobre Londrina, treinador concedeu entrevista coletiva, quando elogiou peças do elenco, mas ressaltou necessidade de contratações para crescer

Silas elogia jovens do Avaí e destaca gol de Diego Jardel: "Jogada de inteligência"
Silas teve entrevista coletiva de elogios aos jogadores, mas almejando ainda contratações (Foto: André Palma Ribeiro/Avaí FC)

O Avaí bateu o Londrina por 1 a 0 na noite desta terça-feira (26) e o técnico Silas concedeu entrevista coletiva com direito a elogios aos jogadores mais jovens do elenco avaiano. No fim, ele ainda defendeu a ideia de encorpar o elenco com novas contratações.

Primeiramente, ele destacou a importância de Diego Jardel, através de jogadas como a resultante do gol solitário no estádio da Ressacada: "Ele já havia batido uma no primeiro tempo, que desviou na marcação e saiu em escanteio. Foi uma jogada de inteligência, ele entrou, bateu e fez o gol", comentou.

O atacante William vive uma fase de poucos gols, mas Silas foi atencioso com o experiente atacante do grupo: "O William está impaciente que a bola dele não está entrando, mas hoje entrou bem de novo."

Sobre a situação da perda de jogadores suspensos por terceiro cartão amarelo ou lesionados, Silas desabafou. Apesar das dificuldades de escalação à essa altura no campeonato, ele comemorou a postura do time para resistir e sair com os três pontos:

"Tem aquilo que eu posso interferir e tem o geral. São lesões, é o árbitro dar muitos cartões. São as dificuldades externas e a gente acaba sofrendo com isso. Gostei da atitude de aguentar bem e na nossa casa precisa ser assim, um Avaí que pressiona, um Avaí que aguenta até o último minuto".

O técnico foi questionado sobre a presença de dois jogadores: Renato e Alemão. Silas elogiou a ambos, bancando suas entradas na partida desta 18ª rodada da competição.

"São a cara da Série B. O Alemão eu vi contra o Brusque no Catarinense, pertencia à Chapecoense e eu disse para trazer ele para cá. Ele precisa melhorar a técnica dele ainda, treinar a saída. Hoje eu me arrisquei e coloquei os dois. Perdi o Renato contra o Brasil, mas tenho o Alemão", disse sobre o jogador, originalmente lateral-direito, mas também deslocado a posição de volante.

O zagueiro Gabriel foi testado no treino de segunda-feira para definir sua titularidade diante do Londrina. Silas falou sobre o teste feito no dia anterior e destacou a atuação do jovem defensor, ajudado por Fabio Sanches, segundo o técnico.

"Eu não gostei da primeira parte (do treino), ele passou mal. A gente lida com muita coisa inesperada, de última hora, que arrebenta o trabalho da gente. O Gabriel, apesar da pouca idade, é um menino muito maduro. Se ele diz que dá pra ir, dá pra ir. E ele fez um baita jogo e a companhia do Fabio Sanches tem feito bem a ele. No futebol brasileiro, hoje, os jogadores falam pouco. Eu fico cobrando dos mais experientes que você precisa ajudar os mais jovens", comentou Silas.

Sobre o ídolo do Avaí e voltando de lesão, o meia Marquinhos, Silas comentou a importância do retorno do experiente atleta, almejado para próxima rodada da competição nacional.

"Precisamos do Marquinhos, que é um cara para orientar os meninos, dar as pausas. Precisamos de um jogador como o Marquinhos. Nós precisamos dar uma encorpada no elenco, falei com presidente, com a direção. O Jorginho está líder com o Vasco e ainda está reforçando o time, então nós precisamos", ressaltou mediante os microfones na coletiva de imprensa.

O Avaí volta a campo na terça-feira para encarar o Brasil de Pelotas, pela 19ª e última rodada do primeiro turno da Série B do Brasileiro. O jogo será em Pelotas, no estádio Bento Freitas e os avaianos seguem a busca pela primeira vitória fora para subir na tabela de classificação.