Sob pressão e com técnico interino, Avaí tenta iniciar reação contra Sampaio Corrêa

Após demissão de Silas, Leão viaja para enfrentar lanterna da Série B atrás de primeira vitória fora de casa, tentando se afastar no Z-4

Sob pressão e com técnico interino, Avaí tenta iniciar reação contra Sampaio Corrêa
Foto: Jamira Furlani/Avaí FC
Sampaio Corrêa
Avaí
Sampaio Corrêa: Rodrigo Ramos; Eder Sciola, Héverton, Rodrigo Arroz, Renan Luís; Diogo Orlando, Tássio, Enercino, Rayllan; Pimentinha, Elias. Técnico: Flávio Araújo
Avaí: Renan; Alemão, Fábio Sanches, Betão, Capa; Luan, Menezes, Renato; Tatá, Rômulo, Lucas Coelho. Técnico: Evando (interino)
ÁRBITRO: Marcelo Aparecido, de Souza, que será auxiliado por Marcia Bezerra Lopes Caetano e Alex Ang Ribeiro, todos de SP
INCIDENCIAS: 21ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2016, no Estádio Castelão, em São Luís, MA; a partida começa às 19h30

Em duelo importante na luta contra o rebaixamento, Sampaio Corrêa Avaí jogam sua vida na Série B. Vindo de empates com Goiás, em casa, e Vasco, fora, o time maranhense ainda é o lanterna, com 14 pontos, nove atrás do Goiás, 16º, e do Leão, adversário desta terça-feira (23), que é o 15º. O time catarinense vem de duas derrotas seguidas, a última delas para o Bahia, que culminou na demissão do técnico Silas.

No primeiro turno, na Ressacada, o Avaí venceu o Sampaio por 2 a 0, com gols de William e Tatá. Na história são seis confrontos, com quatro vitórias dos catarinenses, uma do Paio e um empate.

Sampaio sofre com problemas na zaga

Apesar do resultado conquistado fora de casa no último sábado (20) contra o líder Vasco, quando empatou em 1 a 1, a vida do Sampaio Corrêa continua delicada na Série B. Com apenas 14 pontos, o time só venceu dois jogos em 20 na competição, o último deles na 13ª rodada. Além disso, em casa, o Paio tem o pior retrospecto da competição, com 11 pontos conquistados em 10 jogos.

O técnico Flávio Araújo tem problemas para escalar a equipe. A dupla de zaga titular, Luís Otávio e Wagner Fogolari, está suspensa pelo terceiro amarelo. Além disso, o atacante Edgar, o meia Lucas Sotero e o lateral-esquerdo Rafael Estevam estão fora por lesão.

O treinador avaliou a partida como essencial para diminuir a distância para a saída da zona de rebaixamento e destacou a boa atuação na rodada anterior.

"A equipe fez um bom jogo contra o Vasco. Nós temos que diminuir essa distância e para isso temos que vencer. Teremos a ausência da nossa dupla de zaga e contaremos com o Rodrigo Arroz e o Heverton. Outro jogador, que estava sendo importante, é o Lucas Sotero que está fora e vetado pelo departamento médico. Acredito no nosso grupo e o time está buscando essa reação para permanecer na Série B", afirmou.

Em crise, Avaí precisa de vitória para acalmar ânimos

A derrota para o Bahia por 3 a 0, em casa, no sábado (20) foi a última partida de Silas no comando técnico do Avaí. Um dos grandes nomes da história do time, o treinador não conseguiu repetir trabalhos anteriores e deixou o time na 15ª posição, apenas dois pontos acima do Z-4.

Ainda sem anunciar o novo técnico, o Avaí será comandado interinamente pelo ex-atacante Evando. Além dos desfalques - zagueiro Gabriel, lateral-esquerdo João Paulo, volantes Jajá, Renan e Lucas Coelho -, o interino fará mudanças no time por opção. Em má fase, o experiente William deve dar lugar à Lucas Coelho. Na zaga, Betão deve estrear no lugar de André Santos. O jovem Menezes deve ocupar o lugar de Jajá, machucado e Tatá deve ganhar a vaga de Diego Jardel. 

Evando se disse honrado pela oportunidade de comandar o Avaí e disse que espera entrega dos atletas para cumprir o planejamento para o jogo e buscar a primeira vitória fora de casa no campeonato.

"Desde o primeiro dia que cheguei, venho trabalho, crescendo e estudando, procuro me aperfeiçoar para melhorar dentro da minha profissão. E assim, vou representar o meu Clube. Vou ser o comandante neste momento, o qual pedi aos atletas e eles se prontificaram a dar o melhor de si e respeitar taticamente tudo que planejamos para este jogo", disse.